Bruno de Carvalho: “Não nos vamos demitir”

  • ECO
  • 17 Maio 2018

"Quero deixar bem claro que não nos vamos demitir", disse o presidente do Sporting no comunicado desta noite, em Alvalade.

“Quero deixar bem claro que não nos vamos demitir”, disse o presidente do Sporting no comunicado desta noite. Foi assim que Bruno de Carvalho, acompanhado por Carlos Vieira e Rui Caeiro, núcleo duro do conselho diretivo, reagiu àquilo a que chama “um ataque interno e externo sem precedentes na sua história” do clube.

“Em conclusão, não nos demitimos a bem do Sporting, pelas responsabilidades que assumimos. (…) não estamos agarrados ao poder e estamos disponíveis para quaisquer esclarecimentos”, disse ainda Bruno de Carvalho, sublinhando a importância da realização de uma Assembleia Geral para esclarecer todas as questões e dúvidas dos sócios relacionadas com os últimos dias.

Sem direito a perguntas, a conferência de imprensa em Alvalade terminou cerca das 23h10, cerca de uma hora depois da data marcada para o início da mesma.

Apesar das pressões, a direção do clube mantém-se: Álvaro Sobrinho disse esta tarde que Bruno de Carvalho “não merece confiança e deve apresentar a demissão” e que se não o fizesse, a Holdimo teria “de rever a sua posição” na cotada.

Também o Conselho Fiscal e Disciplinar apelou, em comunicado, “a que o presidente e os restantes membros do Conselho Diretivo apresentem a sua renúncia ao cargo de forma a permitir a marcação imediata de eleições“.

 

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Bruno de Carvalho: “Não nos vamos demitir”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião