Álvaro Sobrinho também pede demissão de Bruno de Carvalho: “Não merece confiança”

  • ECO
  • 17 Maio 2018

O segundo maior acionista da SAD do Sporting diz que Bruno de Carvalho "não merece confiança e deve apresentar a demissão". Álvaro Sobrinho diz que este "está a pôr em risco os ativos da empresa".

Mais uma voz surge a pedir a demissão de Bruno de Carvalho dos comandos do Sporting SAD. Desta vez cabe a Álvaro Sobrinho pedir a demissão do presidente do clube. Em declarações ao Jornal Económico, o segundo maior acionista da SAD do Sporting diz que Bruno de Carvalho “não merece confiança e deve apresentar a demissão“. Álvaro Sobrinho diz ainda que este “está a pôr em risco os ativos da empresa“.

“A direção da Sporting SAD não merece a confiança do segundo maior acionista e deve apresentar a demissão”, defende em declaração ao semanário, Álvaro Sobrinho, o empresário angolano que detém cerca de 30% da SAD através da Holdimo.

O empresário angolano revela ainda que a Holdimo “está imensamente preocupada” com a crise que afeta o clube leonino, considerando que a direção liderada por Bruno de Carvalho “está a pôr em risco os ativos da empresa e isto não pode acontecer”, lembrando que esta se encontra cotada em bolsa.

As preocupações de Sobrinho são reveladas num dia em que os títulos da SAD leonina sofreram um tombo de mais de 17%. As ações do Sporting desvalorizaram nesta quinta-feira 17,11%, para os 63 cêntimos num dia marcado por uma onda de demissões no clube e também de pedidos para que Bruno de Carvalho faça o mesmo.

O empresário angolano sublinha que “as empresas têm de ser geridas profissionalmente e não por emoção”, em jeito de recado, e lembra ainda que os acontecimentos que têm envolvido Bruno de Carvalho, desde o episódio dos posts no Facebook após o jogo com o Atlético Madrid até aos incidentes em Alcochete, “têm causado imensos problemas e danos reputacionais”.

Nas mesmas declarações, Álvaro Sobrinho revela ainda a sua preocupação no que respeita à manutenção dos jogadores que se viram confrontados com a invasão de um grupo de cerca de 50 indivíduos às instalações da Academia de Alcochete, infligindo atos de violência contra estes e a equipa técnica do Sporting.

Este garante que a Holdimo “vai fazer absolutamente tudo para preservar os seus principais ativos que são os jogadores”, considerando que “é preciso manter a estabilidade dos jogadores”. E assegura que “enquanto segundo maior acionista da Sporting SAD mantém a confiança nos jogadores e na equipa técnica, nomeadamente no seu treinador”.

Álvaro Sobrinho dá ainda conta do que fará caso o presidente do Sporting não se demita: “Iremos tomar a devido tempo uma posição, convocando uma assembleia geral e pedir a demissão da direção”.

(Notícia atualizada às 17h29 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Álvaro Sobrinho também pede demissão de Bruno de Carvalho: “Não merece confiança”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião