Patrões esperam que PSD viabilize acordo laboral da concertação

  • ECO
  • 28 Maio 2018

Os patrões têm a expectativa que o PSD ou vote a favor ou opte por se abster, no que diz respeito ao novo acordo laboral da concertação, viabilizando-o.

Ainda que insatisfeitos com as propostas de alteração à lei laboral apresentadas, a semana passada, pelo Governo, os patrões contam agora com os partidos da direita para que um eventual acordo de concertação social passe no Parlamento. Os responsáveis reconhecem que houve uma evolução positiva nas medidas colocadas em cima da mesa pelo Executivo e adiantam que têm a expectativa de que o partido de Rui Rio dê luz verde ou se abstenha, viabilizando assim o acordo laboral.

“O Governo não vai cometer duas vezes o mesmo erro. Quero estar convencido de que terá dialogado com os seus parceiros políticos [sobre as medidas em causa]“, sublinha o dirigente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) ao Público. António Saraiva espera, assim, que os social-democratas não repitam o que fizeram em 2017, quando se aliaram à esquerda para chumbar a redução da Taxa Social Única (TSU), que tinha sido acordada entre o Governo, os patrões e a UGT.

Desta vez, o apoio da direita é ainda mais relevante, tendo em conta que o Bloco de Esquerda já avançou que não viabilizará o alargamento do período experimental. Os comunistas têm também dado sinais de que dificilmente votarão favoravelmente, realça o mesmo jornal.

Saraiva tem, por isso, a expectativa de que “a coerência dos partidos da direita os levará a aprovar ou a abster-se”, até porque não estão em causa “questões fraturantes”, o que viabilizaria as propostas em causa.

Menos confiança mostra o presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), que não dá nada por garantido. João Vieira Lopes recorda que o ministro responsável pela pasta do Trabalho disse apenas que estava certo de que os partidos que têm apoiado o Governo apoiarão a maioria das propostas.

O Executivo volta a reunir-se com os parceiros sociais esta quarta-feira. A expectativa é que nesse dia se encerrem as negociações.

Comentários ({{ total }})

Patrões esperam que PSD viabilize acordo laboral da concertação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião