Bain Capital na corrida ao malparado da CGD

  • ECO
  • 4 Junho 2018

A Caixa Geral de Depósitos está prestes a fechar a venda de mais duas carteiras de malparado. Na corrida a estes portefólios estão a Bain Capital e outros três fundos.

A Bain Capital e outros três fundos são os principais candidatos à compra de duas carteiras de crédito malparado da Caixa Geral de Depósitos (CGD), avança o Jornal Económico. A venda dos portefólios de ativos tóxicos, que ascendem a mil milhões de euros, faz parte dos esforços do banco estatal para “limpar” o crédito malparado do balanço.

Como o ECO já tinha avançado, a CGD vai vender duas carteiras de crédito malparado este ano, num esforço para continuar a diminuir este “fardo” que ainda pesa na rentabilidade do banco. A informação foi avançada a investidores e analistas na conference call de resultados do primeiro trimestre. Segundo o banco liderado por Paulo Macedo, os processos “estão avançados”, sem avançar um valor para as vendas.

“Estamos a vender dois portefólios de crédito malparado”, avançou José Brito, administrador da CGD, na conference call para explicar os resultados relativos aos primeiros três meses do ano. Foi neste período que o banco estatal passou de prejuízos a lucros de 68 milhões de euros.

Os dois “processos estão bem avançados”, referiu o administrador do banco. Contudo, as duas vendas não vão ficar concluídas ao mesmo tempo. “Prevemos que a primeira fique fechada no final do segundo trimestre”, afirmou José Brito, acrescentando que a segunda venda “deve atrasar-se até julho ou agosto”. Apesar de não avançar um valor para estas alienações, a CGD deixa uma garantia: as vendas “vão, sem dúvida, ter impacto nos próximos trimestres”.

(Notícia atualizada às 12h36 retirando a referência à Orion Capital e Bank of America no seguimento da correção do Jornal Económico)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bain Capital na corrida ao malparado da CGD

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião