Dieselgate: Mercedes faz recall de 774 mil carros na Europa

  • Juliana Nogueira Santos
  • 11 Junho 2018

A fabricante de automóveis alemã chamar às oficinas os veículos Vito e Classe C, mas estima-se que os dispositivos de manipulação de emissões estejam em mais modelos.

O Governo alemão ordenou a chamada às oficinas de 774 mil veículos a diesel da Mercedes devido às irregularidades encontradas nas emissões de gases poluentes. A decisão vem depois de uma segunda reunião entre a marca e o Governo, que quer estabelecer um padrão de atuação após o escândalo da Volkswagen.

A fabricante de automóveis alemã irá modificar os softwares dos modelos Vito e Classe C, mas estima-se que os dispositivos de manipulação de emissões estejam em muitos mais veículos. Em causa estarão ainda os motores que equipam os veículos 1.6 da Mercedes das Classes A e B.

Depois da reunião, o ministro dos Transportes alemão, Andreas Scheuer, sublinhou como obrigatório este “recall formal imediato devidos à utilização de dispositivos proibidos”.

Na semana passada, os meios de comunicação social já avançavam o número de veículos afetados, existindo ainda uma dúvida. Como existem vários motores a equipar os carros da Mercedes que são produzidos pela Renault, não é sabido se a responsabilidade é imputável à marca alemã ou à francesa.

Ainda assim, o Governo alemão vai continuar a pressionar a marca para que esta divulgue a lista completa de veículos que precisam de voltar às oficinas. A marca já negou qualquer prática errada, tal como a Volkswagen tinha feito nos primeiros alertas.

Comentários ({{ total }})

Dieselgate: Mercedes faz recall de 774 mil carros na Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião