Sonho russo terminou para Portugal, mas para as marcas a competição ainda “vai no adro”

  • Rita Frade
  • 2 Julho 2018

Se para Portugal o Campeonato do Mundo de 2018 já terminou, para as marcas a competição ainda "vai no adro". Nos, Sagres ou Media Markt continuam em jogo, pela seleção nacional.

O sonho russo terminou este sábado, depois de a seleção nacional ter sido eliminada do Campeonato do Mundo de Futebol pelo Uruguai. Mas, para as marcas ainda não chegou a hora do adeus. Antes pelo contrário. É tempo de agradecer, parabenizar ou, até mesmo, de puxar as orelhas a quem “não cumpriu o ritual”.

Nos, Sagres ou Media Markt são, assim, algumas das marcas que, apesar da derrota, continuam a apoiar a equipa das Quinas nas redes sociais, seja com imagens, GIFs ou vídeos. Ora veja:

Apesar da derrota, “serão sempre campeões!”

Para a Media Markt, os jogadores da seleção nacional “serão sempre campeões”. Mesmo que não tenham conseguido trazer o grande troféu para Portugal: “Mesmo assim… Obrigado!”

“Sempre com Portugal”, diz a Água Castello

A Água Castello — marca que apoia a seleção nacional desde 1899 — diz que vai estar “sempre com Portugal”, “nos bons e nos maus momentos”.

É difícil dizer adeus em português

A Nos diz que “dizer adeus é ainda mais difícil em português” e, por isso, deixa a mensagem em russo: до свидания. Para a operadora, “esta equipa será sempre a nossa equipa”.

Quem é que “não cumpriu o ritual”?

No início do Mundial, a Sagres pediu a todos os consumidores que repetissem os rituais que realizaram durante o Euro 2016 e que ajudaram Portugal a chegar à vitória. Agora que a seleção nacional foi eliminada, a marca quer saber quem é que “não cumpriu o ritual”.

Portugal foi derrotado, mas a “fome de vencer nunca acaba”

O Continente diz que, apesar da derrota, a “fome de vencer nunca acaba”. Para o retalhista “mostrámos a nossa garra” e “saímos de cabeça erguida”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sonho russo terminou para Portugal, mas para as marcas a competição ainda “vai no adro”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião