5 coisas que vão marcar o dia

Continua a temporada de resultados em Lisboa, com BCP e EDP no topo da agenda dos investidores. Governo atualiza execução orçamental na primeira metade do ano. E há reunião do BCE.

Será um dos dias mais preenchidos na temporada de resultados do segundo trimestre em Lisboa. Uma mão cheia de cotadas nacionais presta contas, com BCP e EDP no topo da agenda dos investidores. Ainda por cá, o Governo atualiza os dados da execução orçamental na primeira metade do ano. Lá por fora, é dia de Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE).

BCP com lucros de 150 milhões?

Depois do BPI e do Santander Totta, lugar para o BCP apresentar resultados. Os analistas do CaixaBank/BPI estimam que o banco agora liderado por Miguel Maya tenha registado lucros de quase 150 milhões de euros na primeira metade do ano, traduzindo um aumento de 60% face ao mesmo período do ano passado.

EDP, Altri, Cofina, Novabase a prestar contas

Além do BCP, mais um conjunto de cotadas nacionais presta contas ao mercado esta quinta-feira. Entre elas está a EDP, que deverá ter registado um lucro de 153 milhões de euros no segundo trimestre do ano. A elétrica nacional está envolvida numa oferta pública de aquisição da parte dos chineses da China Three Gorges. Também a Altri, Cofina e Novabase vão apresentar resultados.

Como vão as contas públicas?

A Direção-Geral do Orçamento divulga a síntese de execução orçamental relativa à primeira metade do ano. Até maio, as Administrações Públicas apuravam um défice de 2.225 milhões de euros, um valor superior ao observado no período homólogo em mais de 1.500 milhões de euros.

O que o BCE quer dizer com “durante o verão de 2019”?

Oportunidade para Mario Draghi, presidente do BCE, explicar de uma vez por todas o que quis dizer quando afirmou que as taxas diretoras iriam manter-se em mínimos históricos “até, pelo menos, durante o verão de 2019” na última reunião do Conselho de Governadores. O italiano volta a reunir os governadores dos bancos centrais em novo encontro de política monetária. Não se esperam grandes novidades depois do encontro de junho em que ficou decidido quando terminariam os estímulos.

Termina prazo para comprar a SATA

Termina o prazo para os interessados apresentarem uma proposta vinculativa para a compra de 49% da SATA. Até ao mês passado, apenas a Loftleidir-Icelandic havia manifestado interesse na companhia aérea, embora tivesse pedido um adiamento do prazo para a entrega de propostas por mais 30 dias. Termina esta quinta-feira às 23h59.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião