PIB dos EUA puxa por Wall Street. Amazon brilha, Twitter afunda 15%

Os principais índices bolsistas norte-americanos estão em alta, apoiados no melhor crescimento económico em quase quatro anos e nos resultados robustos da Amazon.

As ações norte-americanas entraram com o pé direito na última sessão da semana. Os principais índices bolsistas seguem em alta, suportados por dados que mostram o maior crescimento em quase quatro anos da economia dos Estados Unidos. As ações da Amazon também dão fôlego a Wall Street, depois de a empresa ter apresentado resultados que ficaram acima do esperado. Em queda, destaque para o Twitter, cujas ações derrapam 16%.

O índice S&P 500 arrancou a valorizar 0,16%, para os 2.841,91 pontos, enquanto o Dow Jones soma 0,02%, para os 23.533 pontos. Por sua vez, o Nasdaq avança 0,44%, para os 7.886,58 pontos.

O Produto Interno Bruto norte-americano cresceu a uma taxa anualizada de 4,1%, suportado pelo aumento dos gastos dos consumidores e aceleração dos embarques de soja para a China dos agricultores, com o objetivo de evitar as tarifas retaliatórias antes da entrada em vigor no início de julho.

De salientar, nesta sessão, os sentimentos divergentes no setor das tecnológicas, após conhecidos os resultados.

Pela positiva, destaque para a Amazon cujas ações somam perto de 3%, animada por resultados acima do esperado, aproximando-se da fasquia dos 900 mil milhões de dólares de valor de mercado. Os lucros do último trimestre foram o dobro do esperado pelos analistas.

Esta subida contrasta com a derrapagem que o Twitter sofre. As suas ações tombam 15,9%, depois de a empresa ter reportado um número de utilizadores mensais ativos aquém do esperado e ter alertado para a possibilidade do número cair ainda mais à medida que forem sendo cortadas contas falsas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PIB dos EUA puxa por Wall Street. Amazon brilha, Twitter afunda 15%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião