Airbnb deu a Lisboa e Porto 3,5 milhões em taxa turística nos primeiros seis meses do ano

  • Marta Santos Silva
  • 7 Agosto 2018

Só a Câmara de Lisboa recebeu, no primeiro semestre de 2018, 2,6 milhões de euros em taxa turística da parte da plataforma Airbnb. No total, a empresa recolheu e entregou 9,1 milhões desde 2016.

Desde 2016, a Airbnb já recolheu 9,1 milhões de euros em taxas turísticas que foram entregues aos municípios portugueses correspondentes. Só no primeiro semestre de 2018, as taxas turísticas entregues a Lisboa e Porto chegaram aos 3,5 milhões de euros, refere ainda a empresa num comunicado enviado esta terça-feira às redações.

A empresa refere que só no que toca à Câmara Municipal de Lisboa, foram cobrados através do site de reservas e subsequentemente entregues ao município 2,6 milhões de euros em taxa turística. No Porto, onde a taxa turística foi instituída em março e tem acordo com a Airbnb desde abril, foram recolhidos em três meses 963 mil euros, igualmente entregues à Câmara.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/taxa-turistica-em-lisboa/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”294″ slug=”taxa-turistica-em-lisboa” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/taxa-turistica-em-lisboa/thumbnail?version=1509974872166&locale=pt-PT&publisher=eco.pt” mce-placeholder=”1″]

A taxa turística existe em Lisboa desde 1 de janeiro de 2016, e tem o valor de um euro por noite, até sete euros, por cada hóspede. Os hóspedes devem fazer o pagamento, que é relativo às dormidas na cidade, e os exploradores dos empreendimentos turísticos ou alojamento local devem fazer a coleta e passar o valor à Câmara Municipal. Este ano, foi decidido que cinco milhões de euros provindos destas receitas seriam destinados à limpeza urbana, especialmente em freguesias lisboetas como Santa Maria Maior, Misericórdia e Santo António, mais sujeitas à pressão turística.

No Porto, a taxa turística começou a ser cobrada a 1 de março deste ano, tendo o acordo com a Airbnb sido celebrado a partir de abril. O valor em causa é de dois euros por noite no caso de hóspedes com mais de 13 anos, e tem também um máximo de sete dias.

A Airbnb diz ser a única plataforma que coleta a taxa turística em Portugal. O gestor de marketing da Airbnb para a Península Ibérica, Arnaldo Muñoz, sublinhou no comunicado da empresa que a Airbnb facilita o pagamento da taxa turística além de tornar “mais fácil para os anfitriões pagar a sua justa parte dos impostos”. Muñoz aproveita ainda para criticar a nova legislação do alojamento local, que considera “um passo na direção errada”, ao “aumentar a burocracia para todos”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Airbnb deu a Lisboa e Porto 3,5 milhões em taxa turística nos primeiros seis meses do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião