Incêndio na Sertã, em Castelo Branco, está dominado

  • ECO
  • 12 Agosto 2018

O incêndio da Sertã que teve início às 14h10 foi dado como dominado às 17h30. Apenas foi afectada zona de floresta. Não houve casas em perigo.

Foram mais de 200 bombeiros, apoiados por vários meios aéreos, os meios necessários para dominar em cerca de três horas o incêndio florestal que deflagrou este domingo na Sertã, distrito de Castelo Branco.

“O incêndio chegou a ter grandes proporções, mas está dominado. Os meios foram muitos e houve uma rápida atuação”, disse à agência Lusa o autarca José Farinha Nunes, em declarações às 17h30, pouco mais de três horas depois do alerta. O autarca adiantou que as chamas, que eclodiram numa zona de pinhal junto à localidade de Figueiredo, não colocaram casas em perigo. “Foi só na floresta, não houve pessoas nem casas em risco”, disse José Farinha Nunes.

Às 17h38, a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) dava o incêndio da Sertã como estando em resolução.

O vento forte, com mudanças rápidas de direção, dificultou o combate às chamas que voltam a visitar uma região que já tinha sido fustigada pelas chamas o ano passado.

No pico do incêndio estiveram 253 operacionais, apoiados por 66 viaturas e nove meios aéreos.

(Notícia atualizada às 18h25 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Incêndio na Sertã, em Castelo Branco, está dominado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião