Ministério Público pede detenção imediata de Duarte Lima

  • ECO
  • 16 Agosto 2018

A detenção foi ainda pedida para o empresário Vitor Raposo, também envolvido na burla de 47 milhões de euros, usando dinheiro do antigo Banco Português de Negócios (BPN).

Passados quase sete anos de ser detido preventivamente no âmbito do caso Homeland, Domingos Duarte Lima vê-se agora encurralado. O Ministério Público pediu a detenção imediata do ex-deputado do PSD, para cumprir uma pena de seis anos, e ainda para Vítor Raposo, o empresário que foi juntamente condenado a uma pena de prisão efetiva, avança a Sábado (acesso pago).

Em causa está uma burla de 47 milhões de euros, cometida com dinheiro do antigo Banco Português de Negócios (BPN). O advogado enfrenta diversos processos judiciais que, caso venha a ser condenado, poderão agravar ainda mais a pena final. Neste momento, Duarte Lima aguarda pela leitura da sentença no julgamento de abuso de confiança, onde é acusado de se ter apropriado de mais de cinco milhões de euros de Rosalina Ribeiro.

Para além disso, está ainda envolvido no caso do homicídio da antiga companheira de Lúcio Tomé Feteira, processo que deverá ser transferido para Lisboa brevemente. Foi ainda apanhado no caso Monte Branco e está também envolvido numa investigação por insolvência dolosa.

Comentários ({{ total }})

Ministério Público pede detenção imediata de Duarte Lima

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião