Exclusivo Álvaro Nascimento vai ser o novo chairman do Montepio. Carlos Tavares fica como CEO

A Associação Mutualista Montepio já escolheu o chairman do banco Montepio. Vai ser Álvaro Nascimento, anterior presidente da administração da Caixa Geral de Depósitos.

Álvaro Nascimento é o nome proposto pela Associação Mutualista Montepio Geral para o cargo de chairman do banco Montepio, função que hoje é ocupada por Carlos Tavares em acumulação com a de presidente executivo, apurou o ECO junto de fontes de mercado. Oficialmente, ninguém confirma ou desmente a informação, porque a lista do novo conselho de administração da Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) ainda não entrou formalmente no Banco de Portugal.

O Montepio, recorde-se, tem até ao dia 21 de setembro para mudar o modelo de governação do banco. À data da nomeação de Carlos Tavares, o Banco de Portugal aceitou a acumulação de funções de chairman e CEO por um prazo máximo de seis meses e era preciso, neste período, encontrar um outro nome para um dos cargos. A Associação Mutualista Montepio, liderada por Tomás Correia, chegou a acordo com Carlos Tavares, com a cobertura do supervisor, para o gestor continuar como presidente executivo e, por isso, era necessário encontrar um chairman. Álvaro Nascimento, anterior presidente do conselho de administração com a Caixa Geral de Depósitos, foi o nome escolhido. A experiência como chairman no banco público, face às novas exigências da regulação, foi um fator decisivo para esta escolha.

O Conselho de Administração da CEMG (que estava incompleto desde a tomada de posse em março passado) vai ser reforçado mais dois administradores. Do BNU Macau virá Leandro Silva para administrador executivo responsável pela área informática e operação. E Carlos Alves será administrador não executivo, para a comissão de auditoria. comissão esta que, dentro do modelo de governação monista do banco, está integrada no Conselho de Administração. Este órgão é presidido por Luís Guimarães. São dois novos administradores que se juntam aos executivos Nuno Mota Pinto, José Mateus, Pedro Ventaneira, Carlos Pinto e Helena Costa Pina e aos não executivos Luís Guimarães, Amadeu Ferreira de Paiva, Manuel Teixeira, Vítor Martins e Rui Heitor. E, agora, com um novo charmain.

Álvaro Nascimento é professor de finanças da Universidade Católica Portuguesa (Centro Regional do Porto) desde janeiro de 1991 e, entre 2008 e 2013, foi mesmo o ‘dean’ da escola, cargo que abandonou quando assumiu as funções de chairman da Caixa. É também colunista regular do Jornal de Negócios e, num dos últimos artigos, em junho, chamava a atenção para os problemas europeus sobre a imigração e a reforma económica europeia. “A União Europeia é incapaz de endereçar de forma clara estas questões. A constante confusão alimenta populismos e põe em causa a unidade. Enquanto assim for, discussões como a “União Bancária”, ou o “Fundo Monetário Europeu” são completamente laterais. Há assuntos mais prioritários, sem os quais continuaremos a construir uma Europa distanciada dos cidadãos. Até um dia…”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Álvaro Nascimento vai ser o novo chairman do Montepio. Carlos Tavares fica como CEO

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião