Mudança de hora terá o tempo contado. Europeus querem fim do horário de verão

O inquérito esteve disponível online até meados de agosto. A maior parte dos inquiridos demonstrou vontade de abolir o sistema que altera a hora consoante as estações do ano.

Mudar os relógios no verão e no inverno é um costume que se segue há décadas. Agora, a sua hora pode chegar ao fim. Num inquérito feito pela Comissão Europeia, ao qual responderam cerca de 4,6 milhões de pessoas, mais de 80% dos inquiridos estarão contra a mudança de hora.

Naquela que terá sido a maior consulta pública online feita pela UE, que esteve disponível até 16 de agosto, perguntou-se se gostariam de abolir o sistema que avança uma hora no verão, e recua no inverno.

Os resultados oficiais ainda não foram publicados pela Comissão, mas meios de comunicação alemães, como o Deutsche Welle (acesso livre/conteúdo em inglês) reportam através de fontes da UE que oito em cada dez dos inquiridos deseja manter sempre a mesma hora.

A Comissão Europeia vai avaliar os resultados para emitir uma decisão. Na origem da preocupação está a possibilidade de que a alteração dos relógios prejudica a saúde dos habitantes, por exemplo através de alterações no sono. Entre os países que se manifestaram mais ativamente contra o sistema de mudança de hora encontra-se a Finlândia, a Suécia e Polónia.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Mudança de hora terá o tempo contado. Europeus querem fim do horário de verão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião