20 anos depois, Google é muito mais que um motor de busca

A gigante tecnológica, que também é um verbo, faz anos. Entre as novas ramificações da Google encontram-se sistemas operativos, ferramentas digitais e dispositivos de conectividade.

Se olhar para o doodle da Google nesta terça-feira verá uma animação a celebrar o 130º aniversário do pintor alemão Oskar Schlemmer. O que não está assinalado é que é também o dia em que a Google completa 20 anos. Começou como motor de busca, a 4 de setembro de 1998, pelas mãos de Larry Page e Sergey Brin, na altura estudantes universitários. Mas já se expandiu para inúmeras áreas, quer ferramentas digitais como objetos e produtos físicos, e tornou-se muito mais.

O motor de busca ganhou tanta popularidade que até originou um verbo, “googlar”, foi a base de tudo. Abriu as portas para o crescimento da empresa que passou a ser detida pela Alphabet, que agrega também vários outros negócios que foram nascendo ao longo das duas décadas de existência.

Dentro do chapéu da Google, multiplicam-se as ramificações. Percorra a fotogaleria para ficar a conhecer 20 das principais ferramentas e produtos da gigante norte-americana.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

20 anos depois, Google é muito mais que um motor de busca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião