Qual o banco com as comissões mais baixas? Comparador do Banco de Portugal chega a 1 de outubro

A partir do dia 1 de outubro vai ser possível que os consumidores comparem custos para diferentes serviços bancários. O comparador de comissões, do Banco de Portugal, abrange 93 comissões.

Num momento em que o tema das comissões bancárias está na ordem do dia e os consumidores veem este tipo de encargos aumentar, o Banco de Portugal vai disponibilizar uma nova funcionalidade, que pretende ter clientes mais informados. O Comparador de Comissões vai permitir comparar 93 comissões bancárias, praticadas por cerca de 200 instituições.

No passado mês de fevereiro, Lúcia Leitão, responsável pelo departamento de supervisão comportamental do Banco de Portugal, já tinha avançado o número de comissões bancárias que seriam abrangidas pela nova funcionalidade, cerca de 80. Esta quarta-feira, o regulador divulgou que serão 93 comissões bancárias disponíveis e sujeitas a comparação.

Cada instituição bancária terá, assim, de disponibilizar os preços praticados para os 93 serviços selecionados pelo supervisor do sistema financeiro nacional e, caso não os disponibilize a todos, é obrigada a dizer que determinado serviço não está disponível, para que o cliente o saiba.

Tudo terá de estar a postos a 1 de outubro, altura em que arranca o comparador de comissões relativas a diversos serviços associados a contas de pagamento, nomeadamente com os custos com a manutenção de conta, incluindo de conta pacote, disponibilização de cartões de débito e de crédito, levantamento de numerário, aquisição de cheques e transferências.

Além das comissões associadas à manutenção da conta de serviços mínimos bancárias e à manutenção da conta base, já disponíveis desde maio de 2017, o comparador de comissões incluirá:

  • Manutenção de uma conta de pagamento com características simples (uma conta de depósito à ordem que não esteja associada a outros produtos ou serviços, por exemplo);
  • Manutenção de contas pacote;
  • Disponibilização de cartões de débito e de cartões de crédito;
  • Disponibilização de cartões de crédito privados;
  • Levantamento de numerário;
  • Adiantamento de numerário a crédito;
  • Requisição e entrega de cheques cruzados, à ordem e não à ordem;
  • Transferências a crédito;
  • Ordens permanentes.

Desta forma, o cliente vai conseguir comparar o valor máximo que as instituições cobram, escolhendo a opção como quer consultar a ferramenta. Se, por um lado, pode comparar diretamente três serviços nas várias instituições bancárias, pode também escolher apenas uma instituição e ver todos os serviços da mesma.

Além disso, com um filtro, o cliente consegue também ordenar a visualização pela comissão mais baixa ou pela mais alta, de acordo com o serviço que escolheu consultar.

A informação do comparador de comissões vai estar sempre atualizada, no momento em que o consumidor consulta a ferramenta vai deparar-se com as comissões que estão em vigor.

O objetivo do comparador de comissões não passa pelo aconselhamento dos consumidores, a ferramenta não trabalha em função do perfil do cliente, não privilegiando nenhuma instituição bancária. O grande propósito é, sim, informar o cliente.

Comentários ({{ total }})

Qual o banco com as comissões mais baixas? Comparador do Banco de Portugal chega a 1 de outubro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião