S&P dá força ao BCP. Lisboa sobe pela terceira sessão consecutiva

A melhoria da perspetiva do rating português pela S&P animou as ações do BCP. Lisboa fechou a terceira sessão de ganhos, após um ciclo de quedas.

Lisboa continua a corrigir do ciclo de perdas do final de agosto. O índice nacional subiu pela terceira sessão consecutiva, num dia de desempenhos mistos entre as principais bolsas europeias. O BCP foi o principal responsável pela subida, depois da melhoria da perspetiva do rating da dívida nacional pela Standard & Poor’s.

Numa sessão em que o Stoxx 600 fechou com ganhos de 0,10%, o PSI-20 avançou 0,84%, para os 5.329,51 pontos. Lisboa beneficiou da valorização expressiva dos títulos do BCP, com o banco a somar 3,63%, para os 24,53 cêntimos por ação. A instituição liderara por Miguel Maya inverteu assim a tendência de queda das últimas três sessões.

A subida é explicada com o facto de a Standard & Poor’s ter subido o outlook da dívida nacional de “estável” para “positivo”. A melhoria abre “espaço para, na próxima avaliação, melhorar o rating da dívida portuguesa”, como explica Carla Santos, senior broker na corretora XTB Trading.

Avanços nas cotações do Grupo EDP também ajudaram a bolsa nacional. Os títulos da EDP Renováveis subiram 1,14%, para 8,43 euros, enquanto as ações da EDP valorizaram 0,59%, para 3,264 euros.

A bolsa também beneficiou de ganhos nos setores do retalho e da construção. A Jerónimo Martins subiu 0,93% para 13,01 euros, enquanto a Sonae avançou 1,56% para 91,20 euros. A Mota-Engil, no dia em que António Costa começou a visita oficial a Angola, somou 1,15%, para 2,165 euros.

Em sentido inverso, a desvalorização dos títulos da Galp Energia travou os ganhos na bolsa de Lisboa. A petrolífera portuguesa caiu 0,48%, para 16,45 euros, uma sessão antes de as ações deixarem de conferir direito ao dividendo intercalar de 27,5 cêntimos que a empresa vai pagar no próximo dia 20 de setembro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

S&P dá força ao BCP. Lisboa sobe pela terceira sessão consecutiva

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião