Advogados da SRS explicam o que vai mudar na lei do arrendamento

Regina Santos Pereira e José Pedroso de Melo vão estar presentes na conferência da Ordem dos Advogados para debater o tema "O que mudou e o que vai mudar na lei do arrendamento?", a decorrer dia 28.

A SRS Advogados vai estar presente na conferência da Ordem dos Advogados sobre a lei do arrendamento. É Regina Santos Pereira, sócia especialista em arrendamento, e José Pedroso de Melo, advogado coordenador do departamento fiscal, que vão falar sobre as mudanças desta lei.

A Denúncia do Senhorio no Regime Transitório” será o tema apresentado por Regina Santos Pereira. A advogada tem experiência nas áreas do imobiliário e contencioso e é ainda autora de várias obras, como “Arrendamento Urbano (NRAU)” e “120 Perguntas e Respostas da Nova Lei das Rendas”.

Já José Pedroso de Melo vai abordar a questão da “Fiscalidade no Arrendamento”. Especialista em direito fiscal, o advogado coordenador tem centrado a sua atividade nessa área desde 1996, tendo vasta experiência tanto em operações domésticas como internacionais. Integra a lista de árbitros em matéria fiscal do CAAD, o Centro de Arbitragem Administrativa.

A conferência decorre em Lisboa no próximo dia 28 de setembro e vai abordar as últimas alterações legislativas e as propostas em discussão na Assembleia da República.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Advogados da SRS explicam o que vai mudar na lei do arrendamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião