A manhã num minuto

Não sabe o que se passou durante a manhã? Fizemos um vídeo que reúne as notícias mais relevantes, em apenas um minuto.

A taxa de desemprego terá ficado em 6,8% em agosto, revelam dados provisórios do INE. Se este valor se confirmar, será o terceiro mês seguido com o mesmo registo. Os CTT vão ter uma aplicação que vai permitir a um utilizador chamar um estafeta, que recolhe um objeto e o deixa no destino em uma ou duas horas. A “Uber das encomendas” chega ainda este ano.

A taxa de desemprego ter-se-á mantido em 6,8% em agosto, segundo dados provisórios revelados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Esta evolução acontece depois de no mês anterior a taxa de desemprego ter estabilizado em 6,8% face a junho, um mínimo de 2002. Os progressos no mercado de trabalho parecem agora mais tímidos.

Os CTT querem lançar ainda este ano um serviço de entregas rápido que a empresa considera ser a “Uber das encomendas”. Trata-se de uma aplicação através da qual o utilizador poderá chamar um estafeta, que passa por um local para recolher o objeto e o entrega no destino definido pelo cliente. Dependendo do tipo de serviço escolhido, a entrega pode decorrer em uma ou duas horas, ou no período do decorrer do dia.

Não espere pela próxima semana para atestar o depósito do seu automóvel. Os preços dos combustíveis vão registar um aumento significativo a partir de segunda-feira. O litro do gasóleo vai subir dois cêntimos e também a gasolina se prepara para aumentar um cêntimo por litro, adiantou fonte do setor ao ECO.

António Horta Osório considera que não existem, atualmente, sinais de que se esteja à beira de uma nova crise, mas recomenda prudência e tomada de medidas que tornem Portugal mais forte para essa eventualidade.

A coligação no poder em Itália concordou em encerrar os exercícios de 2019, 2020 e 2021 com um défice orçamental de 2,4% do PIB, o que significa uma subida deste valor, noticiaram as agências italianas na quinta-feira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A manhã num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião