Tesla dispara 17% em dia positivo nas bolsas americanas

Investidores norte-americanos aplaudiram novo acordo para salvar comércio livre na América do Norte. Estrela da sessão foi a Tesla: as ações dispararam 17% após Musk ter fechado acordo com regulador.

As ações da Tesla foram a estrela de uma sessão muito positiva em Wall Street, com os investidores mais aliviados em relação ao comércio livre entre EUA, México e Canadá, após estes três países terem fechado um acordo de última hora que vem substituir o NAFTA.

O S&P 500, o índice de referência mundial, somou 0,36% para 2.924,59 pontos, acompanhado pelo industrial Dow Jones, que avançou 0,73%. Só o tecnológico Nasdaq fechou a cair 0,11%.

Este domingo à noite, aquelas três economias anunciaram um novo acordo de comércio com novas regras e uma nova designação: USMCA — United States-Mexico-Canada-Agreement. “Chegamos a um acordo maravilhoso com o Canadá, que será adicionado ao acordo alcançado com o México”, regozijou-se o Presidente americano, Donald Trump, no Twitter.

Em termos empresariais, destaque para as ações da Tesla que disparam 17,35% para 310,70 dólares, depois de Elon Musk ter sido afastado da presidência da companhia (mantendo-se como CEO) na sequência do tweet que publicou a propósito das suas intenções para retirar a empresa da bolsa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tesla dispara 17% em dia positivo nas bolsas americanas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião