5 coisas que vão marcar o dia

No dia em que Vieira da Silva vai ao Parlamento explicar o Orçamento da Segurança Social, as atenções estão voltadas para Itália e para o braço de ferro com Bruxelas.

No dia seguinte ao alarido à volta de Itália, Vieira da Silva vai ao Parlamento explicar aos deputados a proposta do Orçamento da Segurança Social para o próximo ano. Ainda esta quarta-feira, a Reserva Federal norte-americana publica mais uma edição do “Livro Bege”, com os dados mais recentes da economia norte-americana. No mesmo dia em que a Sonae Indústria reporta lucros sobre o terceiro trimestre, Mário Centeno marca presença na sessão de abertura da Cimeira Fiscal sobre Economia Digital.

Itália vai continuar a afundar as bolsas?

Um dia depois de a Comissão Europeia ter anunciado a decisão inédita de chumbar a proposta do Orçamento italiano, depois de o Governo italiano se ter recusado a alterar os planos orçamentais tal como a Comissão tinha pedido, os mercados deverão continuar a ser pressionados por Itália. Ainda que o Governo se mantenha disponível para manter os canais abertos para possíveis negociações com a Comissão, diz que a proposta não foi feita para os italianos e não para Bruxelas. A bolsa nacional afundou para mínimos do ano passado, acompanhando a tendência das restantes praças europeias.

Vieira da Silva explica OE aos deputados

Esta quarta-feira, Vieira da Silva marca presença no Parlamento para explicar a proposta do Orçamento do Estado para o próximo ano aos deputados, nomeadamente a reforma do sistema de pensões antecipadas, que passará por um congelamento das mesmas. Numa entrevista à SIC, o ministro do Trabalho e da Segurança Social admitiu que vai ser criado um período de transição. “Haverá um processo de transição em que os direitos dessas pessoas, de acesso à reforma antecipada, se manterão, durante o tempo necessário”, disse. Um período cujos detalhes serão definidos em concertação social, acrescentou esta terça-feira em entrevista conjunta ao Público e à Renascença.

Sonae Indústria reporta resultados do terceiro trimestre

A Sonae Indústria, do setor dos derivados de madeira, apresenta esta quarta-feira os resultados relativos ao terceiro trimestre do ano. Recorde-se que, entre janeiro e junho, os lucros da empresa subiram 34,6% para 18,9 milhões de euros, um resultado atribuído, sobretudo, à Sonae Arauco. Nos primeiros seis meses do ano, o volume de negócios consolidado atingiu 111,8 milhões de euros, menos dez milhões em comparação com o mesmo semestre do ano anterior.

Centeno na abertura da Cimeira Fiscal sobre Economia Digital

O ministro das Finanças marca presença esta quarta-feira na Cimeira Fiscal sobre Economia Digital — Tax Summit, na sessão de abertura, promovida pela Autoridade Tributária e Aduaneira. O evento, que decorrerá até 26 de outubro, vai debater os novos desafios digitais do século XXI, nomeadamente as novas tecnologias e os seus impactos nas administrações tributárias de cada país. A iniciativa vai reunir entidades de cinco continentes e administrações fiscais de 66 países.

“Livro Bege” da Fed dá sinais sobre a economia

Esta quarta-feira, a Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) publica os dados mais recentes sobre a economia norte-americana. Publicado oito vezes por ano, o “Livro Bege” apresenta o resumo das condições e atividade económica do país, com base no reportado pelos diferentes bancos centrais federais. Na última publicação, a 12 de setembro, a Fed dava conta de que a economia tinha crescido a um “ritmo moderado”, com as empresas preocupadas com as tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião