Viver em Lisboa? Parque das Nações é a melhor freguesia

Se está a pensar mudar de casa, convém analisar bem a zona. O Imovirtual pontuou as freguesias da Grande Lisboa de acordo com 12 critérios e elaborou uma lista das melhores e das piores para viver.

Na hora de escolher uma casa, não só só os preços que contam, a segurança da zona também é tida em conta. Um estudo feito pelo Imovirtual na Grande Lisboa concluiu que o Parque das Nações é a melhor freguesia para viver, contrariamente a Agualva e Mira-Sintra que foi considerada a menos segura. A Ericeira foi considerada a freguesia mais segura e com melhor qualidade de ar.

Dos nove concelhos da Grande Lisboa, a freguesia do Parque das Nações foi a que melhor se destacou, com um total de 4,38 pontos numa escala de zero a cinco. De acordo com o estudo, a segurança, os acessos e as lojas e os restaurantes são os principais pontos fortes daquela zona.

As avaliações foram feitas com base em 12 critérios: segurança, limpeza, qualidade do ar, silêncio, transportes públicos, lojas e restaurantes, espaços de lazer, estabelecimentos de ensino, espaços de saúde, custo de vista, acessos e estacionamento. Aqui, destaca-se a freguesia da Ericeira com as melhores pontuações a nível da segurança e da qualidade do ar. Do lado oposto, Agualva e Mira Sintra foi considerada aquela que oferece menos segurança e a Misericórdia a que tem uma pior qualidade de ar.

De entre todos os critérios, a segurança, o acesso e as lojas e restaurantes foram aqueles que receberam as melhores classificações. Por outro lado, os espaços de lazer, espaços de saúde e limpeza foram os fatores avaliados com as piores notas. Os concelhos de Amadora e Sintra são aqueles que concentram as seis piores freguesias avaliadas das dez principais.

Estas são as melhores e as piores freguesias para viver na Grande Lisboa

Comentários ({{ total }})

Viver em Lisboa? Parque das Nações é a melhor freguesia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião