Cimeira para assinar acordo do Brexit marcada para 25 de novembro

O presidente do Conselho Europeu anunciou esta quinta-feira a data da realização da cimeira extraordinária para assinar o acordo do Brexit. Será no próximo dia 25 de novembro.

A cimeira extraordinária para assinar finalmente o acordo da saída do Reino Unido da União Europeia (UE) já tem data. Será no próximo dia 25 de novembro, em Bruxelas, segundo avançou esta quinta-feira o presidente do Conselho Europeu, citado pelo The Guardian (acesso livre).

Depois de uma reunião com o responsável pelas negociações em torno do Brexit, Michel Barnier, Donald Tusk convidou os líderes da União Europeia para a cimeira e admitiu que foram alcançados progressos decisivos nas negociações. Quanto à primeira-ministra britânica, Theresa May, o presidente do Conselho Europeu espera que esta assine o acordo.

Numa conferência de imprensa em Bruxelas, Tusk disse, ainda, que os embaixadores dos 27 Estados-membros da UE terão até ao final desta semana para se pronunciarem sobre o acordo, que estabelece as condições para a concretização do Brexit.

Donald Tusk fez, também, questão de deixar um agradecimento a Michael Barnier, pelo trabalho “excecionalmente duro” que desenvolveu durante as negociações da saída do Reino Unido da União Europeia.

Antes do anúncio da data para a realização da cimeira extraordinária, o presidente do Conselho Europeu fez uma publicação através da sua conta de Twitter — dirigidas aos cidadãos britânicos — dizendo que fará tudo o que estiver ao seu alcance para que o Brexit seja “o menos doloroso possível”.

“Deixem-me dizer aos nossos amigos britânicos: por mais que esteja triste por vê-los a sair, farei tudo para que a despedida seja o menos dolorosa possível, tanto para vocês como para nós”, pode ler-se no post.

Barnier, por sua vez, fez questão de alertar que apesar de este ser “um momento muito importante”, ainda há um “longo caminho pela frente, para ambos os lados”. “O nosso trabalho não está terminado”, disse.

Acordo permite concretizar o Brexit “de forma ordenada”

Depois de 17 meses de negociações, Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, considera que “do ponto de vista dos 27 [Estados-membros], a negociação está concluída.” Para o ministro, o esboço do acordo para o Brexit, aprovado na quarta-feira, representa um “passo positivo e muito importante”, disse em entrevista à TSF (acesso livre).

Santos Silva considera que o projeto permite concretizar o Brexit de “forma ordenada” e tendo presente “um período de transição suficientemente longo, até ao fim de 2020, para que a negociação sobre o relacionamento futuro possa ser feita com condições de sucesso”.

Quanto ao acordo propriamente dito, nas palavras do ministro dos Negócios Estrangeiros, “responde a todos os problemas” levantados, referindo-se à questão dos direitos dos cidadãos europeus no Reino Unido e dos britânicos na União Europeia, aos compromissos financeiros britânicos para com a UE, às indicações geográficas de origem — uma questão que considera “essencial para Portugal” — e à inexistência de uma fronteira física entre a República da Irlanda e a Irlanda do Norte.

(Notícia atualizada com mais informação às 8h41)

Comentários ({{ total }})

Cimeira para assinar acordo do Brexit marcada para 25 de novembro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião