“Aeroporto da Portela pode vir a ser o pior do mundo na pontualidade”, avisa Miguel Frasquilho

O próximo ano traz novas rotas para a TAP, dentro da Europa mas também para os Estados Unidos, nomeadamente Chicago, Washington, São Francisco e Montreal.

O próximo ano traz já novas rotas para a TAP, dentro da Europa mas também para os Estados Unidos. Mesmo assim, as condições do Aeroporto de Lisboa ainda são uma preocupação para o presidente do conselho de administração da companhia aérea nacional.

“Se nada for feito, dentro de dois ou três anos, o Aeroporto da Portela será em termos de pontualidade o pior do mundo”, disse Miguel Frasquilho, em declarações à Rádio Renascença (acesso livre). Este indicador ficou abaixo dos 50% neste ano. “Vai ter que existir melhoramentos importantes” até que o terminal 3 do Montijo esteja operacional, o que está previsto para 2022, indica.

A companhia aérea portuguesa tem indicado as limitações do aeroporto da capital como um entrave às operações. A TAP encontra-se nos últimos lugares na tabela que mede a pontualidade das companhias, mas garantiu que os investimentos que fez na operação já subiram a pontualidade e a satisfação dos clientes.

As novas rotas para os EUA vão chegar a Chicago, Washington, São Francisco e Montreal. Já no Velho Continente, os destinos que estarão disponíveis são Dublin e Basileia. Telavive é ainda uma das novidades. Para quem embarca a partir do Porto, haverá a possibilidade de ir para Lyon, Munique e Bruxelas.

O chairman tinha já expressado que espera que os constrangimentos no aeroporto de Lisboa sejam ultrapassados “ao longo do próximo ano”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

“Aeroporto da Portela pode vir a ser o pior do mundo na pontualidade”, avisa Miguel Frasquilho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião