Descida da luz em 2019 vai sair cara nos próximos anos

  • ECO
  • 22 Dezembro 2018

ERSE alerta que ao "diminuírem os proveitos permitidos apenas num determinado ano, geram um agravamento tarifário da mesma dimensão nos anos subsequentes".

O Parlamento aprovou uma descida histórica dos preços da eletricidade. A fatura vai baixar 3,5% no próximo ano, mas a Presidente do Conselho Tarifário da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) alerta que o défice tarifário que a descida vai provocar poderá sair caro nos próximos anos.

Numa declaração de voto ao documento que analisa o impacto do despacho do Governo que transfere 189 milhões de euros para as tarifas de 2019, citada pelo Observador, Maria Manuela Moniz assinala que as medidas mitigadoras decorrentes do despacho têm “caráter extraordinário e não estruturante, sendo alocadas à diminuição das tarifas de baixa tensão nacional”, o que exclui as empresas.

A responsável cita o documento que a própria ERSE enviou ao Conselho Tarifário para alertar que “ao diminuírem os proveitos permitidos apenas num determinado ano, geram um agravamento tarifário da mesma dimensão nos anos subsequentes, porque nesses anos os proveitos permitidos são repostos para o nível que se verificava antes da aplicação da medida em causa”.

Assim, nos próximos anos o efeito pode ser o contrário, levando a uma subida dos preços para os consumidores, isto se não for contrariado por outros fatores do lado dos proveitos e ou dos custos. A dar força à subida dos preços depois de 2019 está a evolução dos preços da energia elétrica em mercado, que a ERSE prevê que continuem acima dos valores médios de mercado dos anos anteriores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Descida da luz em 2019 vai sair cara nos próximos anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião