Espanha criou mais de meio milhão de empregos em 2018

  • Lusa
  • 3 Janeiro 2019

Número de desempregados inscritos encolheu em 6,2% no último ano e empregados superaram os 19 milhões pela primeira vez desde 2007.

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos espanhóis diminuiu em 210.484 pessoas durante 2018 (menos 6,2%), alcançando um total de 3.202.297, o número mais baixo dos últimos 10 anos.

Segundo os dados publicados hoje em Madrid pelo Ministério do Trabalho, Migrações e Segurança Social de Espanha, durante o mês de dezembro de 2018, o número de desempregados inscritos diminuiu em 50.570 pessoas (menos 1,5%), devido em grande parte à saída do desemprego de 43.874 pessoas no setor dos serviços.

Por outro lado, o número médio de inscritos nos serviços de Segurança Social espanhóis fechou o ano de 2018 com 19.024.165 pessoas ocupadas, um número que apenas foi ultrapassado em 2007, e significa um aumento de 563.965 inscritos em relação a um ano antes (mais 3,06%).

Em dezembro, o aumento de pessoas ocupadas inscritas na Segurança Social foi de 78.541 em relação a novembro (mais 0,41%).

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Espanha criou mais de meio milhão de empregos em 2018

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião