Google transferiu 20 mil milhões para paraíso fiscal

  • ECO
  • 4 Janeiro 2019

De acordo com a Câmara de Comércio holandesa, a Google transferiu em 2017 20 mil milhões de euros para as Bermudas, um paraíso fiscal.

A norte-americana Google transferiu, em 2017, 19,9 mil milhões de euros para as Bermudas de modo a escapar aos impostos. Isto de acordo com a Câmara de Comércio holandesa, citada pela Reuters.

Segundo a agência de notícias, a gigante tecnológica usou uma subsidiária holandesa para canalizar as receitas de direitos obtidas fora dos Estados Unidos para uma empresa irlandesa cuja casa-mãe tem sede nas Bermudas, um paraíso fiscal.

“Pagamos os nossos impostos e cumprimos as leis tributárias em todos os países em que operamos em todo o mundo”, já reagiu a Google, referindo que, à semelhança das demais multinacionais sedeadas nos Estados Unidos, paga a maior parte dos seus impostos ao Estado norte-americano.

É importante sublinhar que a estratégia em causa — conhecida como Double Irish, Dutch Sandwich — é legal. Ainda assim, Bruxelas pressionou fortemente a Irlanda, que em 2014 decidiu eliminar gradualmente esta vantagem. Deste modo, o esquema que permitiu esta transferência avultada deverá terminar em 2020.

A Reuters adianta ainda que, em 2017, a subsidiária referida pagou 3,4 milhões de euros de impostos na Holanda, sobre lucros de 13,6 milhões de euros

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Google transferiu 20 mil milhões para paraíso fiscal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião