Credores da Douro Litoral assumem controlo da concessão gerida pela Brisa

Os credores da Douro Litoral vão assumir o controlo da concessão das autoestradas geridas pela Brisa. A empresa entrou em incumprimento em 2014.

As participações sociais da AE Douro Litoral, concessionária controlada pela Brisa que está em incumprimento desde 2014, foram transferidas para um conjunto de credores, “liderado pelos fundos de investimento geridos ou assessorados pela Strategic Value Partners LLC e as suas afiliadas e pela Cross OceanAdvisor LPP e as suas afiliadas”. A concessão da Douro Litoral, onde se incluem as autoestradas A32, A41 e A43, passa, assim, a ser controlada por estes credores.

Segundo noticiavam no final do ano passado o Jornal de Negócios e o Jornal Económico, a Douro Litoral tem uma dívida superior a mil milhões de euros a estes credores. Depois de a concessionária ter entrado em incumprimento, em 2014, os credores enviaram à Brisa uma proposta para o pagamento desta dívida, na qual exigem 400 milhões de euros. Os credores exigiam ainda outros 325 à Brisal, também controlada pela Brisa. Contudo, não obtiveram uma resposta formal.

É neste contexto que a Douro Litoral anuncia, agora, a nova estrutura acionista. “Nos últimos cinco anos, a Douro Litoral tem incumprido as suas obrigações de pagamento de reembolsos de capital, juros, custos e comissões dos seus contratos financeiros, devido a uma estrutura de custos elevados e níveis de tráfego que estão abaixo das expectativas originais”, pode ler-se no comunicado enviado, esta quarta-feira, às redações.

A empresa acrescenta que os novos acionistas “estão empenhados em garantir que o serviço público não sofra interrupções ou alterações nos níveis de serviço e segurança”.

Foram já nomeados três novos administradores independentes para o conselho de administração da Douro Litoral. Andy Pearson, ex-presidente executivo da concessão de uma autoestrada no Reino Unido e de outra no Texas, será o presidente do conselho de administração. José Custódio dos Santos, antigo presidente da MSF Concessões, da Autoestradas do Atlântico e da Autoestradas do Litoral Oeste, será o diretor geral da concessão.

O ECO tentou contactar a Brisa, contudo não obteve nenhum comentário.

Através de três autoestradas concessionadas, a Concessão Douro Litoral serve a área metropolitana do Porto. Fonte: Brisa

(Notícia atualizada às 14h48 com Brisa)

Comentários ({{ total }})

Credores da Douro Litoral assumem controlo da concessão gerida pela Brisa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião