Galp aumenta produção em 12% no quarto trimestre

Os dados, ainda preliminares, apontam para que a petrolífera nacional tenha produzido um total de 113,1 mil barris de matéria-prima por dia no último trimestre do ano passado.

A Galp aumentou a produção em 12% no quarto trimestre do ano passado, em relação a igual período de 2017. Os dados foram divulgados pela empresa, esta segunda-feira, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Os dados, ainda preliminares, apontam para que a petrolífera nacional tenha produzido um total de 113,1 mil barris de matéria-prima por dia no último trimestre do ano passado, em termos brutos. Considerando apenas a produção de petróleo, o aumento foi de 13%, para um total de 99,8 mil barris por dia.

A contribuir para este aumento esteve, sobretudo, o mercado angolano, onde a produção disparou em 71% no quarto trimestre de 2018, para um total de 8,9 mil barris por dia. É, contudo, o Brasil, que responde pela grande maioria da produção da Galp, com um aumento de 10% para um total de 102,9 mil barris de petróleo por dia.

Apesar do aumento da produção, a refinação e distribuição sofreram quebras. A margem de refinação da Galp recuou em 11%, com as vendas de produtos refinados a caírem 19% no período em análise.

A empresa vai apresentar os resultados definitivos relativos ao quarto trimestre do ano passado, bem como as perspetivas de resultados de curto prazo, no dia 11 de fevereiro.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Galp aumenta produção em 12% no quarto trimestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião