Eles têm as marcas aos seus pés. Saiba quem são os dez youtubers mais influentes de Portugal

Se, por um lado, atraem milhões de seguidores, por outro, as marcas não os largam. Entre gostos, partilhas, eventos, presenças e patrocínios, conheça os influenciadores digitais mais "cobiçados".

Contam com milhões de seguidores nas redes sociais, produzem novos conteúdos todas as semanas e têm um poder imenso de influenciar o comportamento e consumo, tanto de miúdos como de graúdos. De olho neles estão as marcas, que já se aperceberam do potencial destes influenciadores digitais que utilizam o YouTube para chegar ao seu público. E, entre gostos, partilhas e falatório, os youtubers vão faturando muitos euros com presenças, patrocínios e parcerias.

Contudo, nem todos os que se aventuram pelo YouTube conseguem alcançar um nível de influência que capte, de facto, a atenção das marcas. De acordo com a Forbes Portugal, no primeiro lugar do pódio dos youtubers portugueses mais influentes está Paulo Borges, mais conhecido por Wuant, nas redes.

Prova disso é, por exemplo, o vídeo que o youtuber publicou recentemente sobre o Artigo 13, relativo aos direitos de autor nas plataformas digitais. Deu-lhe o nome “O meu canal vai ser apagado” e o impacto foi enorme, chegando mesmo a ser notícia em vários órgãos de comunicação, não só em Portugal. O vídeo, além das 1.868.124 visualizações, mereceu, também, resposta por parte da representante da Comissão Europeia em Portugal.

Mia Rose é outro exemplo disto mesmo. A influenciadora, ainda que não se encontre entre os youtubers com maior número de subscritores, é considerada uma das que consegue maior aderência comercial entre as marcas. Cerca de 60% dos seus vídeos são patrocinados, um número três vezes mais do que a média dos vinte maiores youtubers nacionais.

O ranking estabelecido pela Forbes procurou identificar os nomes com maior dimensão para as marcas, tendo em conta, não só o número de subscritores nas principais redes sociais, mas também a atividade e interação com o público, desde gostos, a comentários ou partilhas. As marcas, contudo, não ficaram de fora, sendo que, para o cálculo do nível de influência, foi tido, também, em consideração a percentagem de vídeos e publicações patrocinadas, tal como as campanhas publicitárias ou participações em eventos.

Saiba quem são os dez influenciadores digitais do mercado nacional mais “cobiçados” pelas marcas:

Comentários ({{ total }})

Eles têm as marcas aos seus pés. Saiba quem são os dez youtubers mais influentes de Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião