Youtuber mais bem pago de 2018 tem sete anos. Top 10 arrecadou mais de 180 milhões de dólares

Os dez youtubers mais bem pagos do ano arrecadaram coletivamente 180 milhões de dólares. O líder da lista, Ryan, de sete anos, duplicou os ganhos desde o ano passado.

Os milhares de visualizações em vídeos no Youtube traduzem-se em milhões de dólares? Para alguns youtubers sim, sendo que os dez mais bem pagos do ano arrecadaram coletivamente 180,5 milhões de dólares.

A lista, compilada pela Forbes (acesso livre/conteúdo em inglês), é inteiramente masculina e liderada por um rapaz… de sete anos. O pequeno Ryan tem mais de 17 milhões de subscritores, que acompanham as suas reviews de brinquedos, e duplicou os ganhos desde o ano passado, ascendendo para o topo da lista. Faturou mais 5,5 milhões de dólares do que o youtuber mais bem pago de 2017.

Ryan tem sete anos e é o youtuber mais bem pago de 2018.Ryan ToysReview/YouTube

Metade dos criadores de conteúdo no top 10 dedicam-se a videojogos, um dos temas preferidos dos utilizadores. Mas é também possível encontrar vloggers, que documentam o dia-a-dia, bem como um grupo que faz truques e acrobacias, os Dude Perfect. A fechar os cinco primeiros lugares está Jeffree Star, que já traz a fama desde os tempos do MySpace. Faz tutoriais de beleza e vlogs, e lançou já uma marca de maquilhagem, vendida em Portugal.

Os populares irmãos Jake e Logan Paul também figuram nesta lista, apesar de em pontas opostas, trazendo 36 milhões de dólares para a família. Os valores são referentes aos ganhos no período entre 1 de junho de 2017 e 1 de junho de 2018. Veja abaixo a lista dos youtubers mais bem pagos deste ano:

Youtubers mais bem pagos de 2018

  1. Ryan ToysReview — 22 milhões de dólares
  2. Jake Paul — 21,5 milhões de dólares
  3. Dude Perfect — 20 milhões de dólares
  4. DanTDM — 18,5 milhões de dólares
  5. Jeffree Star — 18 milhões de dólares
  6. Markiplier — 17,5 milhões de dólares
  7. VanossGaming — 17 milhões de dólares
  8. Jacksepticeye — 16 milhões de dólares
  9. PewDiePie — 15,5 milhões de dólares
  10. Logan Paul — 14,5 milhões de dólares

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Youtuber mais bem pago de 2018 tem sete anos. Top 10 arrecadou mais de 180 milhões de dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião