Demium chega a Portugal para acelerar ideias de negócio

Projeto internacional que conta com mais de 150 startups associadas chega a Lisboa depois de cinco cidades em Espanha, Kiev, Minsk, Milão e do hub financeiro em Londres.

Lisboa continua a atrair projetos internacionais que veem, na cidade e no país, potencial para crescer e fazer crescer o ecossistema empreendedor. A Demium, um programa de aceleração de ideias de negócio, é a mais recente novidade a chegar à capital portuguesa. Depois de implementar o programa em cinco cidades espanholas — Valência, Madrid, Barcelona, Bilbau e Málaga — em Kiev, Minsk, Milão, e de ter o hub financeiro em Londres, o projeto fundado em 2013 chega ao mercado português.

A escolha de Lisboa acontece sobretudo pela existência de talento em Portugal “tanto local como vindo de outros países”, explica a organização. “Lisboa é uma bonita cidade e que pode atrair empreendedores para que venham e incubem as suas ideias connosco. O alto nível de inglês e a adoção tecnológica faz de Portugal, e particularmente, de Lisboa, um ótimo mercado para lançar produtos disruptivos. A proximidade com outros hubs do ecossistema como Londres e Berlim também funciona como uma condição importante para as empresas que incubamos”, conta Benjamin Lambert, responsável pelo projeto em Portugal, ao ECO.

Prestes a mudar-se com a família para Lisboa, Benjamin diz, em tom de brincadeira que a Demium é uma plataforma “pré-ideia, pré MVP e pré-venture capital”.

Mas, afinal, o que significa isso? É, em palavras mais simples, uma maneira de ajudar “futuros empreendedores, que não sabem bem como começar, a acelerar os seus tech enable products“. A comparação vem de seguida: Benjamin diz que o projeto é uma plataforma de pré-incubação, com uma metodologia semelhante ao londrino Entrepreneur’s First, que faz a transição entre a Academia e o empreendedorismo. Os programas de aceleração da Demium funcionam como uma espécie de catalisador que permite aos empreendedores saber como começar: trabalhar uma ideia, encontrar uma equipa e acelerar o negócio.

Como funciona o programa?

Tudo começa com um fim de semana de desconhecidos que, em Lisboa, acontecerá entre 15 e 17 de março [as inscrições já estão abertas aqui] no Now Beato. A ideia é que pessoas com vontade de serem empreendedoras se inscrevam e que, depois, durante as 48 horas de participação, tanto os participantes como os organizadores possam tirar algumas conclusões e facilitar o match. Desses dois dias de programa deverão sair equipas formadas ou potenciais parcerias.

“Acreditamos que podemos ajudar as pessoas a concretizar os seus sonhos”, afirma Ben, acrescentando que os primeiros de programa podem funcionar como “primeiros passos” para um objetivo. “O mais difícil é encontrar uma equipa que permita passar juntar fatores como iniciativa e execução”, justifica.

Os projetos selecionados integram, depois, o programa de incubação que dura duas semanas. No final, as melhores equipas e projetos são escolhidos e passam a integrar o programa de seis meses de aceleração — que inclui espaço gratuito e financiamento inicial, a troco de uma percentagem da startup.

Da rede da Demium fazem já parte 150 startups, muitas das quais com modelos de negócio validados e que já começaram a levantar capital. Na equipa da Demium trabalham, a nível internacional, cerca de cinco dezenas de pessoas.

Comentários ({{ total }})

Demium chega a Portugal para acelerar ideias de negócio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião