Marques Mendes: “Centeno quer fazer um brilharete já a meio do ano com um défice zero ou até excedente”

Marques Mendes diz que o regresso do Governo à mesa das negociações significa que António Costa se assustou com as greves. Costa aparece como o "polícia bom", mas Centeno é o "mau".

O Governo está de voltar à mesa das negociações. Vai sentar-se com os professores, com os enfermeiros, com os juízes e está a tentar resolver o problema como a ADSE. Marques Mendes diz que António Costa se assustou com o crescendo de contestação social em ano eleitoral. Diz que está, agora, a fazer de “polícia bom”, mas que Mário Centeno continua a fazer o papel de “mau” porque tem “uma na algibeira”. Quer fazer um “brilharete” com o défice já a meio do ano.

“Há ordem do primeiro-ministro para negociar”, diz Marques Mendes no habitual comentário no Jornal da Noite da SIC. Mas o que é que mudou? “O Governo assustou-se”, diz o comentador, salientando que o PS estava “a perder nas sondagens”. “As greves não matam, mas moem. E aí muda-se”, atirou.

“Com os professores vai ser um diálogo de surdos”, antecipa. Mas com os enfermeiros será diferente. Será alcançado um acordo. “Os próprios enfermeiros querem uma saída airosa”, diz.

No entanto, ao mesmo tempo que Costa diz que é para negociar, Centeno diz que não há dinheiro. “Temos o polícia bom, Costa, a dizer ‘vamos negociar’. E o mau é Centeno a dizer que não há dinheiro“.

“Centeno sabe que a economia está a cair. Isso implica menos receitas. Sabe que não há margem para aumentar a despesa”. Até porque, diz Marques Mendes, “Centeno quer fazer um brilharete no final de junho. Quer apresentar já no final de junho um défice zero ou até um pequeno excedente”, remata. A meta do Governo para este ano é um défice de 0,2%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Marques Mendes: “Centeno quer fazer um brilharete já a meio do ano com um défice zero ou até excedente”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião