Portugal com sétima maior superfície de pomares da UE. Veja o vídeo

Portugal tinha, em 2017, mais de 38 mil hectares de pomar, a sétima maior superfície da União Europeia. O país tem a terceira maior superfície de pereiras e a quarta maior de citrinos.

Portugal tinha, em 2017, a sétima maior superfície de pomares da União Europeia (UE), com mais de 38 mil hectares, a terceira maior de pereiras e a quarta de árvores de citrinos, revelou o Eurostat esta quinta-feira.

De acordo com dados do gabinete estatístico da UE, há 1,3 milhões de hectares de árvores de fruto, estando dois terços desta superfície concentrados em Espanha (422.800 hectares, 33% do total), na Itália (279.300, 22% do total) e na Polónia (167.300 hectares, 13% do total). Portugal surge em sétimo lugar na tabela, com 38.332 hectares de pomares.

De acordo com os dados divulgados, Portugal é o terceiro país com maior superfície de pereiras (10.306 hectares), depois de Itália (28.623) e Espanha (18.108), e o quarto de citrinos (12.202 hectares).

No que respeita a citrinos, Portugal tem a quarta maior superfície de laranjeiras (12.202 hectares) e de árvores de pequenos citrinos como clementinas (10.306 hectares), com a Espanha no primeiro lugar no que respeita, quer a laranjas (78.915 hectares) quer a pequenos citrinos (99.989 hectares).

Face a 2012, a superfície de árvores de fruto aumentou ligeiramente na média da UE (0,4%), com Portugal a registar a maior subida percentual (7%, 2.500 hectares) depois da Polónia (11%, 16.300 hectares), e seguido da Grécia e da Roménia (6% cada e de 5.300 e 3.400 hectares, respetivamente).

A República Checa (-29%, 4.100 hectares), a Croácia (-24%, 1.900 hectares), a Espanha e a Itália (-2% e 9.800 hectares e 6.300 hectares, respetivamente) tiveram as maiores diminuições na superfície de pomares.

Comentários ({{ total }})

Portugal com sétima maior superfície de pomares da UE. Veja o vídeo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião