Novos passes de Lisboa começam a ser vendidos a 26 de março

  • ECO
  • 4 Março 2019

O passe que cobre toda a região de Lisboa vai custar 40 euros e será válido, não por 30 dias seguidos (como acontece atualmente), mas sim de mês a mês.

O novo tarifário para os passes sociais, anunciado durante a elaboração do Orçamento do Estado para 2019 (OE 2019), deverá entrar, finalmente, em vigor no próximo dia 26 de março. O passe para toda a região vai custar 40 euros e será válido mês a mês e não como acontece agora, por 30 dias seguidos, avança a TSF (acesso livre).

De acordo com o primeiro-secretário da Área Metropolitana de Lisboa (AML), Carlos Humberto de Carvalho, a passagem para o novo “Navegante” está a ser feita sem preocupações para os utentes. “Quando as pessoas vão carregar [o passe], carregam já o novo título”, explica.

Além disso, os tradicionais meios de carregamento vão continuar a funcionar. “As pessoas vão ao Multibanco e carregam, vão à bilheteira e carregam… É neste sentido que estamos a trabalhar para que esta transição se faça com a mínima conflitualidade possível”, acrescenta Carlos Humberto de Carvalho.

A única questão que ainda está pendente tem a ver com a transição do título de transporte para as pessoas que compram em março e terminam o passe, por exemplo, a meio de abril. “Já temos solução apontada mas queremos validá-la em definitivo”, avança o primeiro-secretário da AML, garantindo que haverá uma solução para o mês de transição.

“Nos passes bases temos 770 em funcionamento. Vamos reduzir no máximo dos máximos para 70, porquê? Os passes principais são o Metropolitano a 40 euros que dá para toda a região metropolitana de Lisboa e o passe municipal com o nome do respetivo concelho a 30 euros que dá para circular no respetivo concelho“, explica. “Vai haver o passe 12 anos, que não tem custo, e serve para as crianças até atingirem os 13 anos. E estamos a estudar uma solução ou outra para acrescentar a estes cinco passes”, continua.

Já os descontos sociais, do passe 4-18 e do sub-23, vão ser mantidos.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Novos passes de Lisboa começam a ser vendidos a 26 de março

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião