Voi fecha ronda de financiamento de 30 milhões de dólares

Com os 30 milhões angariados, a Voi quer reforçar a expansão da marca de smart mobility na Europa e, também, investir no desenvolvimento de novos produtos.

A empresa sueca de trotinetes urbanas Voi Technology, presente em Lisboa e em Faro, acabou de fechar uma nova ronda de financiamento no valor de 30 milhões de dólares, o equivalente a 26 milhões de euros. O objetivo passa por reforçar a expansão da marca de smart mobility na Europa e, também, por investir no desenvolvimento de novos produtos.

De acordo com o comunicado da Voi, os 30 milhões foram angariados juntos dos “investidores iniciais Vostok New Ventures, Balderton Capital, LocalGlobe e Raine Ventures, juntamente com dois novos investidores – Project A e Creandum”.

Com mais de 400 utilizadores, 750 mil viagens realizadas e mais de um milhão de quilómetros feitos, as trotinetas da startup sueca deverão aproveitar esta ronda de investimento para entrar noutras cidades de Itália, Alemanha, Noruega e França. E, durante este mês, “várias outras cidades serão lançadas”, anuncia a empresa sem adiantar mais pormenores.

A partir desta segunda-feira, a Voi marca, também, presença em Oslo e Helsínquia. As cidades nórdicas juntam-se, assim, a Estocolmo, Gotemburgo, Malmö, Lund, Uppsala e Copenhaga, bem como Paris, Lyon, Madrid, Málaga, Saragoça, Múrcia.

Além da intensificação da presença, “a empresa que cria a sua própria tecnologia end-to-end irá também duplicar os esforços em Investigação & Desenvolvimento, incluindo no desenvolvimento de novos veículos, bem como na melhoria em produto e na equipa”, pode ler-se no comunicado.

Concorrência fez nascer um Código de Conduta

Com os vários operadores de trotinetas elétricas espalhados pela Europa, a Voi avançou com um Código de Conduta para o setor em Estocolmo e noutras cidades. “O Código de Conduta apresenta-se como uma forma informal de regular o comportamento da empresa e uma alternativa a regulação formal. O documento estabelece pontos comuns para operadores, cobrindo questões como queixas corporativas de produto, manutenção e controlo de qualidade bem como medidas de segurança e regras partilhadas de data sharing”, explica a empresa.

A Voi quer trabalhar em conjunto com as autoridades locais para oferecer “não apenas uma solução viável ao veículo privado, mas também [que] ajude as pessoas a combinar as suas viagens de trotinetas com a rede de transporte público existente”. “Pedir autorização antes de entrarmos em novas cidades, contrariamente ao que fazem alguns dos nossos concorrentes, significa que podemos trabalhar em conjunto com as autoridades locais”, explica a empresa.

Os utilizadores podem usar as trotinetes elétricas da Voi ao fazer o download da aplicação para localizar a trotinete mais próxima. Posteriormente, clicando no botão de “Viajar” e lendo o código QR que se encontra na trotinete, o veículo é desbloqueado, por um custo de 1 euros. Já a viagem tem um preço de 15 cêntimos por minuto.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Voi fecha ronda de financiamento de 30 milhões de dólares

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião