“Sou uma pessoa atenta”, diz Marcelo sobre inquérito ao Novo Banco

  • ECO
  • 6 Março 2019

Mais uma vez, o Presidente utilizou o argumento de estar fora do país para não comentar as declarações de Costa sobre uma eventual comissão de inquérito à atuação do BdP na resolução do Novo Banco.

O Presidente da República não quis comentar as declarações do primeiro-ministro sobre uma eventual comissão de inquérito à atuação do Banco de Portugal (BdP) na resolução do Novo Banco. Mais uma vez, Marcelo Rebelo de Sousa utilizou o argumento de estar fora de Portugal, ainda que assuma estar informado sobre o assunto.

“Sou uma pessoa atenta”, disse o Presidente da República sobre o inquérito ao Novo Banco, durante a sua visita a Angola, escreve o jornal Expresso (acesso livre).

O primeiro-ministro afirmou esta quarta-feira que “a auditoria que foi ordenada pelo Governo [ao Novo Banco] será em tudo idêntica à da Caixa Geral de Depósitos [CGD] “. Foi após a apresentação do pedido de 1.149 milhões de euros do Novo Banco ao Fundo de Resolução que o Ministério das Finanças pediu a auditoria à instituição financeira à concessão de créditos do BES.

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que “os portugueses têm o direito de saber o que se passou desde que foi determinada a resolução e saber concretamente qual o destino do dinheiro dos contribuintes”, referindo-se a um assunto que que não é o que consta do pedido do Governo.

Comentários ({{ total }})

“Sou uma pessoa atenta”, diz Marcelo sobre inquérito ao Novo Banco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião