BCP e Galp somam mais de 1%. Lisboa encerra em alta

O PSI-20 fechou a somar 0,8%, impulsionado pelo desempenho do BCP e da Galp Energia. A impedir uma subida mais expressiva estiveram as cotadas do papel.

A bolsa nacional encerrou a primeira sessão da semana em terreno positivo, acompanhando o cenário positivo que se vive no resto da Europa. A contribuir para este desempenho do PSI-20 estiveram os títulos do BCP, que subiram mais de 1%, e ainda os da Galp que valorizaram 1,8%. A impedir uma subida mais expressiva do índice estiveram as ações das papeleiras e da EDP Renováveis.

O PSI-20 somou 0,83% para 5.283,65 pontos, um desempenho semelhante ao que verifica nas restantes praças europeias: o Stoxx 600 subiu 1,04% para 145,92 pontos, assim como o espanhol Ibex-35 que valorizou 0,56% para 9.394,7 pontos.

A impulsionar o comportamento do principal índice bolsista nacional estiveram as ações do BCP que subiram 1,4% para 0,2318 euros, depois de, na sexta-feira, a Standard & Poor’s ter subido o rating de Portugal em um nível. A agência de notação financeira passou, assim, a classificação da dívida portuguesa para “BBB”, com perspetiva “estável”, ou seja, o segundo nível acima do patamar de “lixo”, de que o país saiu em setembro de 2017.

Destaque ainda para os títulos da Galp Energia, que avançaram 1,78% para 14,565 euros, depois de o preço do barril de petróleo ter valorizado nos mercados internacionais. O barril de Brent somou 0,3% para 67,36 dólares enquanto o WTI subiu 0,8% para 58,99 dólares.

Ainda nas subidas, a Nos somou 2,26% para 5,645 euros, representando a maior valorização desta sessão, enquanto a Sonae avançou 1,27% para 0,958 euros.

No setor energético, enquanto a EDP valorizou 1,63% para 3,365 euros, a EDP Renováveis recuou 1,54% para 8,62 euros. A impedir uma subida mais expressiva do PSI-20 estiveram os títulos da Navigator, que recuaram 0,23% para 4,286 euros, e os da Altri que perderam 2,26% para 7,34 euros.

(Notícia atualizada às 16h50 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP e Galp somam mais de 1%. Lisboa encerra em alta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião