Depois de Portugal, S&P também sobe rating do Santander Totta e BPI

Standard & Poor's subiu o rating de Portugal na sexta-feira e agora fez o mesmo em relação ao Santander Totta e ao BPI.

Depois de ter melhorado a notação da dívida portuguesa na sexta-feira, a agência Standard & Poor’s subiu agora o rating do Santander Totta e do BPI, dois bancos detidos por espanhóis.

“No dia 15 de março, subimos os ratings de crédito de Portugal para BBB. Esta melhoria permite-nos incorporar um maior apoio das casas-mãe nos nossos ratings sobre os bancos portugueses Santander Totta e BPI, cujos donos estrangeiros têm um elevado rating“, refere a agência de notação financeira esta segunda-feira.

“Como resultado, subimos os ratings de crédito e da contraparte de resolução do Totta e do BPI e da sua subsidiária Banco Português de Investimento para BBB/A-2. Os outlooks nos três bancos são estáveis, espelhando isso no soberano”, acrescenta a S&P.

Relativamente ao Totta, a S&P considera que, tendo em conta apenas o apoio que recebe do grupo espanhol, o banco português “estaria legível para receber um rating ‘A-‘, uma nota abaixo do perfil de crédito da casa-mãe“. “Contudo, o nosso rating sobre o Totta é restringido pelo rating do soberano Portugal ‘BBB’. Consideramos que o apoio do grupo às subsidiárias estratégicas não é suficiente para justificar uma classificação acima do rating soberano em qualquer país em que o negócio da subsidiária está altamente concentrado”.

Sobre o BPI, que “também beneficia de um forte compromisso e apoio do grupo”, o facto de ter atividade concentrada em Portugal também limita a classificação de risco do banco liderado por Pablo Forero.

Comentários ({{ total }})

Depois de Portugal, S&P também sobe rating do Santander Totta e BPI

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião