Portugal tem a segunda menor subida nas oferta de emprego na UE

  • Lusa
  • 18 Março 2019

Na UE, as ofertas de emprego subiram para os 2,2%, quer na comparação homóloga (2,0%), quer em cadeia (2,2%). Portugal apresentou a segunda menor taxa de ofertas de emprego (0,9%).

A taxa de vagas de emprego fixou-se, no quarto trimestre de 2018, nos 2,3% na zona euro e na União Europeia (UE), com Portugal a registar a segunda menor (0,9%), segundo o Eurostat. Nos últimos três meses de 2018, a taxa de vagas de emprego na Zona Euro subiu para os 2,3%, quer face ao terceiro trimestre de 2018 (2,1%), quer face ao mesmo período de 2017 (2,0%).

Na UE, as ofertas de emprego subiram para os 2,2%, quer na comparação homóloga (2,0%), quer em cadeia (2,2%). De acordo com o gabinete estatístico europeu, Portugal apresentou, a par de Espanha, Irlanda e Bulgária, a segunda menor taxa de ofertas de emprego (0,9%), depois da Grécia (0,4%), no quarto trimestre de 2018. A República Checa (6,0%), a Bélgica, a Alemanha (3,4% cada) e a Áustria (3,1%) registaram as maiores taxas.

Face ao período homólogo, a taxa de vagas de emprego aumentou em vinte Estados-membros, incluindo Portugal, manteve-se estável em cinco e recuou em quatro. As maiores subidas observaram-se na República Checa (1,6 pontos percentuais), na Áustria (0,8 pontos) e em Malta (0,7 pontos). A Lituânia sofreu o maior recuo (-0,2 pontos), seguida da Croácia, Estónia e Irlanda (-0,1 pontos cada).

Em Portugal, a taxa de vagas de emprego aumentou no quarto trimestre de 2018 na comparação homóloga (0,8%), mas recuou face aos 1,0% do terceiro trimestre do ano passado.

Comentários ({{ total }})

Portugal tem a segunda menor subida nas oferta de emprego na UE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião