Hoje nas notícias: BES, IMI e Operação Marquês

  • ECO
  • 25 Março 2019

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

A semana arranca com José Maria Ricciardi a afirmar que a resolução do BES foi “um erro colossal”. Enquanto isso, na Justiça, Henrique Granadeiro chamou como testemunha o quinto homem mais rico do mundo para o defender no âmbito da Operação Marquês. É ainda notícia os mais diversos tipos de bens penhorados pelo Fisco e, no imobiliário, o facto de o Governo estar a apertar o cerco aos imóveis devolutos, prevendo um aumento da taxa de IMI a segundas casas no mesmo concelho.

“Não tenho dúvidas de que haverá condenações no BES”

José Maria Ricciardi, ex-administrador do BES, considera que a resolução do banco foi “um erro colossal” e está convicto sobre o desfecho das investigações à gestão do seu primo Ricardo Salgado. Em entrevista ao Público, no caso do Novo Banco acusa ainda o Fundo de Resolução de estar “a transferir dinheiro para as empresas de recuperação de crédito”. Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado)

Segundas casas devolutas no mesmo concelho vão pagar mais IMI

O Governo aperta o cerco aos imóveis devolutos. Se tem uma casa inscrita nas Finanças como habitação secundária, mas que está vazia há mais de um ano, agora vai passar a ser considerada devoluta a não ser que se localize num concelho diferente. Esse imóvel passará a estar sujeito a uma taxa de IMI seis vezes superior, se estiver devoluto mais de dois anos e se estiver implantado numa zona de pressão imobiliária — até agora a lei previa um agravamento a triplicar deste imposto. Esta alteração resulta do diploma aprovado em Conselho de Ministros a 14 de fevereiro onde também foi criado o direito real de habitação duradoura. A maior fiscalização sobre os imóveis devolutos inclui uma maior monitorização dos consumos de água e eletricidade. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago)

Capa Jornal de Negócios, 25 de março

Granadeiro chama 5.º mais rico do mundo para o defender

Foram vários os nomes de peso chamados por Henrique Granadeiro para serem ouvidos como testemunha na fase de instrução do Processo Marquês. Na lista, com 15 nomes, está o mexicano Carlos Slim Helú, considerado o quinto homem mais rico do mundo. A defesa do ex-líder da Portugal Telecom arranca esta segunda-feira, com este acusado de ter recebido 24 milhões de euros do GES para beneficiar o grupo em vários negócios. As testemunhas vão tentar demonstrar que Granadeiro não deve ir a julgamento. Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso pago)

Vestidos de noiva e anéis pagam dívidas ao Fisco

Na hora de recuperar os impostos através de penhoras, o Fisco aproveita qualquer bem, desde objetos pessoais, potes para cinzas mortuárias e até vestidos de noiva. De acordo com o site da Autoridade Tributária (AT), há neste momento em leilão 368 bens com o valor base de licitação de um euro. Na lista de possíveis aquisições estão máquinas industriais e de construção civil, vários móveis, eletrodomésticos e ainda quatro anéis à venda “pela melhor oferta”. Leia a notícia completa no Correio da Manhã

O historial de governantes que já passaram pela Galp

Atualmente liderada por Carlos Nuno Gomes da Silva, a petrolífera nacional já conta com um historial bastante alargado de ex-governantes que passaram pela sua liderança. Da lista fazem parte Luís Campos e Cunha, ex-ministro das Finanças e ex-vice-governador do Banco de Portugal; Carlos Costa Pina, ex-secretário de Estado das Finanças e atual vogal na Galp; Joaquim Ferreira Amaral, ex-ministro das Obras Públicas que foi chairman da Galp entre 2002 e 2005; Daniel Bessa, ex-ministro da Economia que presidiu ao Conselho Fiscal da Galp entre 2006 e 2010; Joaquim Pina Moura, ex-ministro da Economia; João de Deus Pinheiro e Rui Machete, ambos ex-ministros dos Negócios Estrangeiros. Leia a notícia completa no Jornal I (acesso pago)

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: BES, IMI e Operação Marquês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião