ECO lança revista Pessoas e entra no mercado editorial dos recursos humanos

  • ECO
  • 27 Março 2019

Nova revista da Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas está nas bancas esta quarta-feira. Novo nome e grafismo marcam arranque do ECO como gestor do projeto.

A antiga revista Pessoal, da Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas (APG), vai evoluir para um novo projeto editorial com a designação Pessoas. A nova revista, com um novo grafismo, consubstancia uma abordagem editorial rejuvenescida, mais moderna e orientada para novos públicos, e estará disponível a partir desta quarta-feira, 27 de março. Para além de uma revista com o título Pessoas, surgirá também um novo site, Pessoas Online.

A nova marca, que vem substituir a antiga revista Pessoal publicada pela APG desde 1976, marca a estreia do jornal de economia ECO como novo gestor editorial e comercial da revista e do site.

Capa da revista Pessoas n.º 1.D.R.

O ECO assumiu a gestão editorial e comercial da revista Pessoal e do site RHOnline.pt, agora PessoasOnline.pt, no início do ano. A Pessoas é subscrita de forma qualificada e segmentada por mais de 1.500 profissionais da área de recursos humanos e é propriedade da APG.

O RHOnline foi o primeiro portal de gestão de pessoas lançado no nosso país e juntamente com a respetiva newsletter (com 15.000 envios diários) são já os títulos líderes na informação especializada sobre gestão de recursos humanos em Portugal.

“Para o ECO, este movimento significa um óbvio enriquecimento de conteúdos numa área de atividade – a gestão das pessoas – com inquestionável relação com o mundo da economia e das empresas, territórios naturais do ECO”, sublinha António Costa, publisher do ECO.

Para o presidente da APG, Mário Ceitil, “o lançamento desta nova revista corresponde à orientação permanente e constante da APG em estimular e apoiar as iniciativas que se traduzam na prestação de serviços renovados, não só aos sócios, mas a toda a comunidade de Gestão de Pessoas em Portugal”.

Esta nova fase da revista e do site vai ter como diretora executiva Mariana de Araújo Barbosa, especializada nas áreas de novas tendências de gestão, empreendedorismo e talento.

No portefólio do ECO, a Pessoas vem juntar-se à Advocatus e reforçar o alargamento de títulos e marcas especializadas, iniciado em 2017. A nova revista Pessoas estará à venda nos locais habituais e tem o preço de capa de 5 euros, chegando gratuitamente a todos os sócios da APG.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

ECO lança revista Pessoas e entra no mercado editorial dos recursos humanos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião