Luís Miguel Ribeiro sucede a Paulo Nunes de Almeida à frente da Fundação AEP

  • Lusa
  • 1 Abril 2019

Até agora vice-presidente da Fundação AEP, Luís Miguel Ribeiro é o único a transitar da anterior direção.

O conselho de curadores da Fundação da Associação Empresarial de Portugal (AEP) elege esta segunda-feira os órgãos sociais da instituição para o triénio 2019/2021, com Luís Miguel Ribeiro a suceder a Paulo Nunes de Almeida na presidência.

Luís Miguel Ribeiro, até agora vice-presidente da Fundação AEP e que encabeça a única lista candidata, substitui Nunes de Almeida, que presidia à instituição desde a sua constituição, em 2010, e não se recandidatou a novo mandato.

Paulo Nunes de Almeida mantém-se, contudo, na presidência da Associação Empresarial de Portugal (AEP), cuja direção tem mandato até maio/junho de 2020.

Luís Miguel Ribeiro é apontado para presidente do Conselho de Administração e da comissão executiva, surgindo como o único nome que transita da anterior administração.

Da lista para a comissão executiva constam ainda António José Ferraz (grupo Lusoverniz) e Maria do Rosário Gambôa, sendo Maria Fernanda Geraldes (técnica do Gabinete de Apoio ao Investidor da Câmara da Matosinhos) e Rui Pedroto (presidente executivo da Fundação Manuel António Mota) os outros dois nomes apontados para o Conselho de Administração.

Entidade de utilidade pública, a Fundação AEP tem por missão a “realização, apoio e patrocínio de ações de caráter técnico, promocional, cultural, científico, educativo e formativo que contribuam para o desenvolvimento do empreendedorismo e para a modernização e melhoria de condições na área empresarial” e a “difusão de conhecimentos na área das ciências empresariais, em ordem a apoiar a comunidade, as empresas e os empresários, na resposta aos desafios da sociedade contemporânea”, assumindo-se como “herdeira e continuadora da atividade que a AEP” desenvolve nesta área.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Luís Miguel Ribeiro sucede a Paulo Nunes de Almeida à frente da Fundação AEP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião