Dívida pública sobe em fevereiro para 249,3 mil milhões. São mais 1,2 mil milhões

A dívida pública voltou a subir em fevereiro para 249,3 mil milhões de euros, revelou o Banco de Portugal que explica o acréscimo com mais títulos de dívida.

A dívida pública voltou a subir em fevereiro para 249,3 mil milhões de euros, revelou o Banco de Portugal esta segunda-feira. O banco central explica este acréscimo com mais títulos de dívida. São mais 1,2 mil milhões de euros do que no primeiro mês do ano.

Em janeiro, a dívida pública tinha aumentado para 248 mil milhões, em resultado da emissão feita no início do ano pelo Tesouro português. Agora em fevereiro voltou a subir.

O banco central revela também que o valor dos depósitos cresceu. “Os ativos em depósitos das administrações públicas aumentaram 1,0 mil milhões de euros, pelo que a dívida pública líquida de depósitos registou um acréscimo de 0,2 mil milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 227,7 mil milhões de euros.”

Apesar desta subida, a tendência quando se mede a dívida em relação à riqueza produzida tem apontado para uma redução. O rácio fechou o ano de 2018 em 121,5% do PIB, o que compara com 124,8% do PIB no ano anterior.

Numa entrevista publicada este fim de semana no Diário de Notícias/Dinheiro Vivo/TSF, o primeiro-ministro mostrou-se preocupado com o valor da dívida. “O país tem um pesadíssimo encargo acumulado que é a dívida. A dívida esteve sempre a subir até final de 2015, até aos 130%. Nós conseguimos inverter a tendência da dívida. No ano passado já fechámos, como agora o INE revelou, com 121% do nosso produto. Temos a meta deste ano chegarmos ao 117%. É um esforço que temos de continuar a prosseguir. E porque temos de continuar a reduzir a dívida? Temos de continuar a reduzir a dívida, primeiro para libertar recursos”, disse António Costa.

No final da próxima legislatura, o Governo quer ter a dívida pública perto dos 100% do PIB.

(Notícia atualizada às 11:40)

Comentários ({{ total }})

Dívida pública sobe em fevereiro para 249,3 mil milhões. São mais 1,2 mil milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião