Mais 3.400 vales de 15 mil euros disponibilizados na UE para câmaras instalarem Wi-Fi

  • Lusa
  • 1 Abril 2019

Na ronda anterior candidataram-se 256 municípios portugueses e 127 conseguiram vales, num total de cerca de dois milhões de euros. Candidaturas decorrem até ao próximo dia 5 de abril.

A Comissão Europeia anunciou hoje a disponibilização de mais 3.400 vales de 15 mil euros para municípios da União Europeia instalarem internet gratuita em locais públicos no âmbito da iniciativa WiFi4EU, numa verba total de 51 milhões. Esta é a segunda convocatória do projeto WiFi4EU, depois de na primeira, de novembro passado, terem sido atribuídos 2.800 vales de 15 mil euros, perfazendo um total de 42 milhões de euros.

Em comunicado, Bruxelas precisa que as autarquias interessadas devem candidatar-se na página da internet da iniciativa, entre as 13:00 de dia 04 de abril (hora belga, meio-dia em Lisboa) e as 17:00 de dia 05 de abril (16:00 em Lisboa). “Os municípios poderão candidatar-se a 3.400 ‘vouchers’ avaliados em 15 mil euros cada, que podem ser usados para instalar redes Wi-Fi gratuitas em espaços públicos, incluindo câmaras, bibliotecas públicas, museus, parques públicos ou praças”, acrescenta.

Citada pela nota, a comissária europeia para a Economia e Sociedade Digital, Mariya Gabriel, refere que esta segunda convocatória vem no seguimento de uma primeira “muito bem-sucedida”, mas com a diferença de ter “mais 600 vales” disponíveis.

Na primeira convocatória da iniciativa, candidataram-se 13 mil municípios da União Europeia (UE), tendo sido atribuídos 2.800 vales no valor de 15 mil euros cada. Dos 256 municípios portugueses que se candidataram, 127 conseguiram vales, num total de cerca de dois milhões de euros.

O WIFI4EU é uma iniciativa da Comissão Europeia, com uma dotação de 120 milhões de euros até 2020, que visa promover o acesso à Internet sem fios, de forma gratuita, nos espaços públicos europeus.

Este montante destina-se ao investimento inicial, em questões como a aquisição de equipamentos ou a sua instalação.

O projeto esteve já envolvido em polémica, desde logo por as primeiras propostas terem sido canceladas, em junho do ano passado, devido a problemas técnicos no portal da candidatura. Antes, em maio de 2018, algumas moradas, números de telefone, cópias de passaportes e de cartões de cidadão estiveram acessíveis na plataforma Wifi4EU.

O caso, que foi noticiado no final do ano passado, afetou mais de 11.400 municípios de Estados-membros, das quais 241 câmaras municipais portuguesas.

Apesar da polémica, a Comissão Europeia espera abranger 628 mil comunidades locais com a iniciativa. Para isso, estipulou que, até 2020, haverá um mínimo de 15 e um máximo de 80 municípios ou entidades selecionadas em cada país. Ao todo, cada Estado-membro receberá 8% do orçamento total.

Comentários ({{ total }})

Mais 3.400 vales de 15 mil euros disponibilizados na UE para câmaras instalarem Wi-Fi

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião