Bright Pixel integra consórcio europeu de apoio a startups de dados

Portuguesa junta-se ao Data Market Services Program, liderado pela consultora espanhola Zabala. Ideia é apoiar startups, pequenas e médias empresas na expansão.

A Bright Pixel anunciou que vai passar a integrar o programa Data Market Services Program, consórcio europeu liderado pela consultora espanhola Zabala que tem como objetivo apoiar startups, pequenas e médias empresas de dados no seu desenvolvimento e expansão.

Trata-se do primeiro programa europeu que o venture building studio português integra, sendo a única entidade nacional a estar presente.

“Esta presença da Bright Pixel num consórcio europeu é mais um passo na nossa estratégia de internacionalização, que vem complementar os investimentos e parcerias que também já temos realizado além-fronteiras”, explica Celso Martinho, CEO e fundador da Bright Pixel, citado em comunicado.

Esta presença da Bright Pixel num consórcio europeu é mais um passo na nossa estratégia de internacionalização.

Celso Martinho

CEO da Bright Pixel

A primeira fase de candidaturas — que pretende selecionar 50 projetos data-driven de toda a Europa — já está aberta e decorre até 27 de maio. O programa decorre durante três anos e tem como objetivo apoiar cerca de 150 projetos. Além da Bright Pixel, a organização conta com outras oito empresas de toda a Europa que vão juntar-se para oferecer aos projetos selecionados 12 serviços de apoio à criação e crescimento do negócio, entre os quais “apoio no levantamento de fundos, identificação e encontro com potenciais investidores, programas de aceleração e incubação, mentoria e formação em propriedade intelectual, questões legais, como o Regulamento Geral de Proteção de Dados, academia sobre data science e outras ferramentas”, explica o comunicado.

No caso concreto da Bright Pixel, a empresa pretende ajudar as equipas na relação com os atuais e potenciais investidores, na criação do plano de negócios e em questões relacionadas com o crescimento da empresa, como gestão da equipa, liderança e growth hacking (técnicas que permitam à empresa destacar-se no mercado e crescer mais rapidamente). Irá também ceder espaço nos escritórios de Lisboa ou do Porto para startups que queiram explorar o mercado português.

“O nosso objetivo é identificar e apoiar os projetos mais promissores nas verticais de cibersegurança, retalho, telecomunicações e tecnologias emergentes, onde sem dúvida que se inserem startups data-driven. Ao integrarmos este grupo de trabalho e oferecermos o nosso know-how na construção de um negócio, ajudamos estes empreendedores, ao mesmo tempo que nos aproximamos de projetos que poderão ser promissores para posteriores investimentos”, acrescenta Celso Martinho.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Bright Pixel integra consórcio europeu de apoio a startups de dados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião