Reino Unido vai pedir mais tempo à UE para conseguir um acordo para o Brexit

A primeira-ministra britânica anunciou esta terça-feira que vai pedir mais uma extensão do prazo para apresentar o plano de saída à UE, e que se quer reunir com Jeremy Corbyn para fechar um acordo.

A primeira-ministra britânica anunciou esta terça-feira que vai pedir ao Conselho Europeu uma nova extensão do prazo para a saída do Reino Unido da União Europeia, mas quer que a saída seja formalizada antes das eleições europeias, nas quais já não quer que o Reino Unido participe.

Numa declaração esta tarde, Theresa May explicou que quer que a extensão seja “o mais breve possível”.

A líder dos conservadores britânicos diz que se quer reunir com Jeremy Corbyn, líder dos trabalhistas, para fechar um acordo sobre a futura relação entre o Reino Unido e a União Europeia. Esse acordo tem de ter em conta o acordo de saída que foi fechado entre o Governo liderado por Theresa May e a União Europeia, disse.

A primeira-ministra defendeu que o Reino Unido tem de abandonar a União Europeia com um acordo, mas o Governo britânico só tem até dia 12 deste mês para apresentar à União Europeia se quiser evitar o chamado Hard Brexit.

Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, reagiu depressa às declarações de Theresa May. Através do Twitter, o político polaco pediu paciência para com o Reino Unido. “Mesmo que, depois de hoje, não saibamos qual será o resultado final, sejamos pacientes”, escreveu Tusk na sua conta.

(Notícia atualizada às 19h39 com a publicação de Donald Tusk no Twitter)

Comentários ({{ total }})

Reino Unido vai pedir mais tempo à UE para conseguir um acordo para o Brexit

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião