Nasceram mais de 15 mil empresas no primeiro trimestre do ano. Insolvências aumentaram

Os primeiros três meses do ano viram nascer mais empresas do que no ano anterior, mas também mais insolvências. O aumento nas insolvências deveu-se à conclusão de mais processos.

O ano arrancou com um aumento nas insolvências, mas também com mais empresas criadas. As insolvências subiram 5,1% face ao mesmo período do ano anterior, resultado que se deveu à conclusão de vários processos. Já a criação de novas empresas cresceu quase 18% em relação ao primeiro trimestre de 2018.

O primeiro trimestre do ano trouxe mais de 15 mil novas empresas, de acordo com a Iberinform. Em março, a criação de empresas caiu quase 3%, mas a descida foi compensada pelos meses de janeiro e fevereiro, quando se verificou um crescimento de 26% e 29,7%, respetivamente. Assim, as empresas criadas nos primeiros três meses do ano subiram 17,7% face ao período homólogo.

Em março nasceram quase 5 mil empresas em Lisboa, e mais de 2.800 no Porto. Nos transportes mais do que duplicaram as novas empresas. Os setores das construções e obras públicas, e da agricultura, caça e pesca também se mostraram apelativos para os empresários iniciantes.

Já as empresas insolventes chegaram às 1.530 no primeiro trimestre. Os setores das telecomunicações, transportes e indústria transformadora foram aqueles que registaram o maior aumento no número de insolvências, comparativamente com o ano anterior. Por outro lado, em áreas como a Indústria Extrativa e a Eletricidade, Gás e Água, as insolvências caíram.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nasceram mais de 15 mil empresas no primeiro trimestre do ano. Insolvências aumentaram

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião