BCP dispara 3,5% para máximos do ano. Resultados do setor animam

As ações do banco lideram os ganhos na praça lisboeta, mas também do setor europeu, tendo já tocado a cotação mais alta desde dezembro. Otimismo em relação aos resultados do setor puxa pelos títulos.

O BCP está em destaque na bolsa neste arranque de semana. As ações do banco liderado por Miguel Maya não só encabeçam os ganhos da bolsa nacional, como do setor europeu. Valorizam em torno de 3,5%, negociando no valor mais elevado do ano.

As ações do BCP ganham 3,33%, para os 24,79 cêntimos, depois de já terem chegado a negociar nos 24,85 cêntimos, a cotação mais alta desde 13 de dezembro.

Esse desempenho acontece num dia em que os títulos da banca europeia negoceiam em alta, com o BCP a encabeçar esses ganhos. O índice da banca do Stoxx Europe 600 avança 0,73%, destacando-se pela positiva também títulos como o francês BNP Paribas que soma 2,08%, o alemão Commerzbank que ganha 2,17% ou o italiano UniCredit que acelera 1,73%.

Ações do BCP aceleram para máximos do ano

O banco português, à semelhança do restante setor europeu estarão a ser impulsionados pelo cenário otimista relativamente aos resultados do setor. “Vemos o setor bancário animado, com o BCP a encabeçar os ganhos do dia no PSI-20”, depois de o “JPMorgan ter aberto a earnings season, este trimestre, com resultados acima da expectativa“, justifica Carla Maia, trader da XTB.

Na sexta-feira passada, o JPMorgan, que é o maior banco em ativos dos EUA, deu o pontapé de saída para os resultados trimestrais. Registou um lucro líquido de 9.180 milhões de dólares (8,15 mil milhões de euros), batendo as estimativas dos analistas, resultado que acalmou os receios dos investidores relativamente a um abrandamento económico mundial.

Comentários ({{ total }})

BCP dispara 3,5% para máximos do ano. Resultados do setor animam

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião