Procura por cartões Viva quase triplicou no início de abril, com mais de 17 mil pedidos de novos cartões

Dados provisórios da Área Metropolitana de Lisboa indicam ainda que se registaram mais 195 mil carregamentos do passe do que no período homólogo, uma subida de 30%.

Na região de Lisboa, e entre o início de março e 5 de abril, foram vendidos cerca de mais 195 mil passes Navegante que no mesmo período de 2018, valor que representa um salto de 30%, segundo dados avançados pela Área Metropolitana de Lisboa (AML). De acordo com a mesma fonte, e só nos primeiros cinco dias de abril, “foram solicitados mais de 17.000 novos cartões, o que representa um crescimento de 190% relativamente ao período homólogo de 2018”.

Apesar de sublinhar tratarem-se ainda de dados provisórios, a AML detalha que desde que os novos tarifários ficaram disponíveis [21 de março], foram comprados mais de 411 mil passes Navegante válidos para abril. Tudo valores suficientes para a AML fazer já um balanço “francamente positivo” da revolução feita nos preços dos transportes.

Assim, e de acordo com os dados divulgados, entre 21 de março e 5 de abril, foram adquiridos mais de 411 mil passes Navegante. “Dados relativos ao período em que se iniciou a venda dos novos passes, a 21 de março através do portal VIVA e a 26 de março nas redes de venda dos operadores e rede Multibanco, indicam que foram adquiridos, até ao dia 5 de abril, mais de 411.000 passes NAVEGANTE, válidos para o mês de abril.”

Apesar de provisórios, e de ainda não incluírem informação de todos os operadores da região de Lisboa, a Área Metropolitana de Lisboa detalha também que caso se comparem os períodos homólogos de 1 de março a 5 de abril, em 2019 foram vendidos mais de 195 mil passes do que em 2018, o que representa um crescimento superior a 30%”.

A AML destaca também o forte crescimento sentido na procura pelos cartões Lisboa Viva, o suporte físico que permite ter e carregar os passes Navegante. Segundo a Área Metropolitana de Lisboa, e só nos primeiros cinco dias de abril, “foram solicitados mais de 17.000 novos cartões, o que representa um crescimento de 190% relativamente ao período homólogo de 2018”.

"O dia 1 de abril foi o dia em que se registou maior número de vendas, com o carregamento de mais de 93.000 títulos”

Área Metropolitana de Lisboa

No balanço à entrada em vigor dos novos tarifários, a AML destaca ainda que um outro grande objetivo associado a esta revolução está a ser bem-sucedido. Além do aumento do uso dos transportes públicos, a alteração tarifária pretendeu igualmente simplificar a oferta de títulos e passes na região de Lisboa.

Os Navegante vendidos até 5 de abril, diz a AML, representaram cerca de 87% de todos os passes comprados na AML correspondendo assim a uma efetiva simplificação do sistema tarifário, tendo presente que anteriormente os títulos intermodais representavam, em média, 50,7% das vendas de passes”.

Comentários ({{ total }})

Procura por cartões Viva quase triplicou no início de abril, com mais de 17 mil pedidos de novos cartões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião