Uber Eats já está disponível no Algarve

  • ECO
  • 24 Abril 2019

Empresa já chega a perto de 30% da população estando agora disponível em dezoito cidades de Portugal Continental. No Algarve, oferta está disponível nas cidades de Faro, Olhão, Loulé e Quarteira.

A Uber Eats está disponível a partir de esta quarta-feira no Algarve, informou a empresa em comunicado. A cobertura do serviço estará disponível nas cidades de Faro, Olhão, Loulé e Quarteira.

“Antes da época balnear, o Uber Eats chega à região do Algarve para entregar refeições dos restaurantes favoritos dos algarvios e turistas nas cidades de Faro, Olhão, Loulé e Quarteira”, refere a nota da empresa.

A Uber Eats alarga assim a sua oferta até 18 cidades de Portugal Continental, já que as quatro algarvias se juntam a Lisboa, Porto, Oeiras, Cascais, Amadora, Loures, Leça da Palmeira, Matosinhos, Almada, Seixal, Sintra, Coimbra, Braga e Setúbal. Segundo a Uber, o seu serviço de entrega de refeições ao domicílio já abrange “perto de 30% da população portuguesa“, para os quais estão disponíveis os menus de “mais de 1000 restaurantes”.

Para assinalar a entrada na região algarvia, a “Uber Eats em parceria com a Olá irá oferecer uma Olá Box por um custo total de 3 euros (inclui a taxa de entrega) das 16h às 18h”, com gelados, disponível a partir das lojas Olá presentes na aplicação.

A oferta “regular” da Uber chegou ao Algarve em junho de 2017 e e entrada da Uber Eats em Faro, Olhão, Loulé e Quarteira é apontado pela empresa como o “reforço do seu compromisso com Portugal e com os algarvios”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Uber Eats já está disponível no Algarve

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião